sábado, 22 de novembro de 2014

Placar do sábado - Sul Brasileiro de Amadores

Campeonato Sul- Brasileiro de Amadores, 1a. fase, 2a. rodada, fase única
Estádio da Montanha, distrito de Caravaggio, Nova Veneza (SC)
Sábado
Bandeirantes (PR) 2 x 1 Serrano (RS)
Caravaggio (SC) 0 x 0 Ferroviários (SP)

1) Ferroviários (SP) 4 1V 4S
2) Bandeirantes (PR) 4 1V 1S
3) Caravaggio (SC) 2
4) Serrano (RS) 0

Domingo
Caravaggio x Serrano
Ferroviários x Bandeirantes

Placar da sexta

Super Copa Gaúcha, semifinais, jogos únicos 
Estádio Alviazul (Lajeado)
Novo Hamburgo* 1 x 1 Grêmio (9 x 8 nos pênaltis)
Lajeadense* 1 x 0 Juventude
(*) finalistas

Campeonato Sul Brasileiro de Amadores, 1a. rodada, fase única
Estádio da Montanha, distrito de Caravaggio (Nova Veneza, SC)
Serrano de Canela 0 x 4 Ferroviário (SP)
Caravaggio (SC) 0 x 0 Bandeirantes (PR)

Juventude perde na Super Copa Gaúcha

Apesar de merecer um resultado melhor, o Juventude perdeu para o Lajeadense por 1 a 0 na noite desta sexta-feira, no estádio Alviazul, em Lajeado. Com o resultado, a equipe alviverde deixa a Super Copa Gaúcha.

Campeão da Copa Serrana, o Verdão entrou em campo para enfrentar uma equipe experiente, campeã das Copas Fernandão e Fronteira-Sul. Mesmo assim, a jovem equipe do Juventude comandada por Tiago Nunes não se intimidou e, mesmo com o campo absolutamente encharcado pela forte chuva, tentou aplicar o seu envolvente estilo de jogo.

Aos 22 minutos, Victor soltou uma bomba em cobrança de falta na intermediária, para defesa parcial do goleiro. No rebote, Brenner tentou, mas a bola esbarrou mais uma vez no goleiro alviazul. Aos 41, Matheus Santana aproveitou desvio após cobrança de falta e cabeceou no canto. 1 x 0.

Com mais volume e muito mais envolvente no primeiro tempo, o Juventude foi ainda mais superior nos 45 minutos finais. Aos 16, Kelvy fez grande jogada e rolou para trás. Abraão chutou para fora, em grande oportunidade. Aos 18, Dionas Bruno recebeu na pequena área, girou, mas bateu fraco, nas mãos do goleiro. Aos 22, Abraão cruzou para Dionas Bruno, que escorou de cabeça para Brenner. O atacante tentou duas vezes mas, desequilibrado, não conseguiu empurrar para o fundo do gol.

Agora, Lajeadense e Novo Hamburgo disputam a final, domingo. Para o Juventude, ficou a certeza de que excelentes atletas estão em ascensão dentro do clube e esta competição deixou mais uma vez em evidência a força da base esmeraldina. Muitos dos jogadores que se destacaram ao longo do segundo semestre terão, a partir das próximas semanas, a oportunidade de compor o grupo profissional.

Juventude: Elias; Duda, Klaus, Aldo e Victor (Alan Bald); Juninho (Augusto), Alan Schons, Abraão e Dener (Dionas Bruno); Kelvy e Brenner. Técnico: Tiago Nunes

EC Juventude - divulgação

Goleiro Rafael brilha nos pênaltis e Noia avança à final da Super Copa Gaúcha

O Novo Hamburgo obteve a vaga para a decisão da Super Copa Gaúcha 2014 após vencer o Grêmio nos pênaltis, na semifinal disputada nesta sexta-feira, dia 21, na Arena Alviazul, em Lajeado. No tempo normal, a partida terminou empatada em 1 a 1, com gols de Pedro Rocha para o Tricolor, aos 11min do segundo tempo, e Warley para o Anilado, aos 17.

Nas cobranças de penalidades brilhou a estrela do goleiro Rafael, que pegou dois pênaltis e ainda converteu a última penalidade para o Noia, encerrando em 9 a 8. O adversário na final será o Lajeadense que derrotou na outra semifinal o Juventude por 1 a 0. A decisão acontece neste domingo, dia 23, às 17h, novamente na Arena Alviazul. O campeão da Super Copa Gaúcha terá vaga garantida no Campeonato Brasileiro da Série D de 2015 e disputará a Recopa Gaúcha contra o Internacional, atual campeão gaúcho.

JOGO
Sem poder contar com os titulares Cleylton e Paulista, que pertencem ao Grêmio, e não puderam atuar devido a uma cláusula contratual, o técnico Marcelo Mabília precisou modificar a escalação do time que vinha atuando nos últimos jogos. O Novo Hamburgo começou a partida desta sexta com: Rafael; Celsinho, Maury, Romário e Peixoto; Paulo Vinicius, Warley, Calyson e Fabinho; Lucas Crispim e Rafinha.

Aos 20min, Mabília já precisou fazer uma substituição na equipe, com Cícero entrando no lugar de Fabinho, lesionado.

O primeiro lance de perigo do jogo ocorreu aos 28min. Warley chutou de fora da área. A bola acertou Rafinha, que dominou e bateu para a boa defesa do goleiro Ygor.

Aos 35min, Lucas Crispim arriscou de fora da área e mandou pela linha de fundo.

No segundo tempo, o Grêmio abriu o placar aos 11min. Após cruzamento pelo lado direito, o atacante Pedro Rocha bateu cruzado e fez 1 a 0 para o tricolor.

Quatro minutos depois, Rafinha fez fila na defesa gremista, invadiu a área e chutou. O goleiro Ygor salvou novamente. No entanto, o goleiro tricolor não conseguiu impedir o gol anilado aos 17min. Warley arriscou de fora da área. A bola desviou no defensor gremista, enganou o goleiro e morreu no fundo da rede. 1 a 1.

Aos 24min, Celsinho tabelou com Calyson que devolveu para o lateral que chutou por cima do gol. Na conclusão, Celsinho torceu o joelho e precisou ser substituído. Edinaldo entrou na equipe. Cícero também deixou o gramado para a entrada de Mateus Carioca.

Nos acréscimos, o Grêmio quase marcou o gol da vitória, mas o goleiro Rafael fez grande defesa.

O empate levou a decisão para os pênaltis, e ai brilhou a estrela do goleiro Rafael. O arqueiro anilado defendeu as cobranças de Arthur e Denner. Depois que todos os jogadores de linha cobraram, ficou por conta dos goleiros a responsabilidade das cobranças. Ygor chutou por cima e Rafael marcou e fechou a série em 9 a 8. Também converteram para o Noia: Romário, Rafinha, Edinaldo, Paulo Vinicius, Peixoto, Warley, Calyson e Maury.


FICHA TÉCNICA
Super Copa Gaúcha 2014
Novo Hamburgo 1 (9) x (8) 1 Grêmio
Data: 21/11/2014 Horário: 18h30
Local: Arena Alviazul, em Lajeado
Arbitragem: Daniel Soder, auxiliado por Rafael Alves e Jorge Bernardi

NOVO HAMBURGO: Rafael; Celsinho (Edinaldo), Maury, Romário e Peixoto; Paulo Vinicius, Warley, Calyson e Fabinho (Cícero) (Mateus Carioca); Lucas Crispim e Rafinha
Técnico: Marcelo Mabília

GRÊMIO: Ygor; Canavarros, Denilson, Mancini e Marcelo; Jeferson, Arthur, Lima (Marcos Paulo) e Lucas Gabriel (Denner); Felipe Ferreira (Nicolas Careca) e Pedro Rocha
Técnico: Raul Cabral

ECNH - divulgação

Couto acerta com o Guarani de Venâncio Aires para 2015

Couto jogará a Divisão de Acesso pelo Guarani-VA. Foto: Aguante Comunicação.
O Guarani de Venâncio Aires está reforçando seu grupo para a disputa da Série A-2 da próxima temporada. Após rescindir com o Cerâmica, o volante Couto acertou sua transferência para a equipe comandada pelo técnico Fabiano Daitx. Com apenas 21 anos e bagagem de já ter disputado a competição regional pela equipe de Gravataí, o garoto espera fazer história com a camiseta do Índio. Ciente da responsabilidade de representar um dos clubes mais tradicionais do interior do Rio Grande do Sul, não esconde a ansiedade para iniciar logo os trabalhos no novo time.
"Fiquei feliz por ser procurado por tantos clubes logo depois de deixar o Cerâmica. Optei pelo Guarani por saber da força do clube e acreditar que podemos buscar o acesso no próximo ano. Não será fácil, como nunca é, mas com muito trabalho e dedicação poderemos alcançar o objetivo. Vou me dedicar bastante durante a pré-temporada para lutar pelo meu espaço na equipe", disse.
A apresentação do grupo profissional está agendada para o dia 13 de janeiro. Com ótima capacidade física, acredita que chegará em bom nível e não terá problemas de adaptação. Com 1.86m, o porte físico faz com que tenha destaque nas jogadas aéreas. Após uma série de trabalhos específicos, também tem aparecido com qualidade na área adversária.
"Não tinha a felicidade de marcar muitos gols nas categorias de base. Quando cheguei ao profissional, senti a necessidade de evoluir rapidamente essa parte. Felizmente consegui melhorar bastante e agora tenho alguns gols anotados. Quero aprender cada dia mais para ser um grande jogador", pontuou.
Ficha técnicaRenan Arnildo de Oliveira Couto
Data de nascimento: 29/07/1993
Local: Taquari/RS
Altura: 186cm
Clube atual: Guarani de Venâncio Aires/RS

Aguante Comunicação

Selfie e foto oficial do São José - campeão da Copa Sub-19

Atleta Lucas Mello e sua selfie com o grupo campeão da Copa sub-19.
Num clima de muita alegria, pela conquista da Copa FGF Sub-19 derrotando o Internacional no último domingo, o grupo de juniores do São José encontrou-se no Estádio Passo D'Areia para a foto oficial do título. Além dos jogadores e comissão técnica, estiveram presentes o pessoal de apoio, dirigentes e demais funcionários do clube.
 
Aproveitando a moda dos "selfies", pelo celular de Mello, o grupo postou-se ao redor da taça de campeão e registrou o momento inédito para a história do clube.
 
"Foi uma conquista maravilhosa e importante para todos nós. Buscamos dia-a-dia, treino-a-treino, chegar na decisão do campeonato para, posteriormente, almejar e ficar com o título de campeão. Em 2014, fomos finalistas nas duas competições mais importantes da categoria no Estado do RS. Obtivemos um vice-campeonato, perdendo para o Grêmio e fomos campeões frente ao Internacional. Medimos forças contra dois gigantes do futebol e nos fortalecemos. Os números e as campanhas mostram a competência e o trabalho sério que vem sendo desenvolvido nas categorias de base do São José. Após o recesso, focamos a Copa São Paulo de 2015. Caímos num grupo dificílimo que reúne Criciúma-SC, Vila Nova-GO e Guarani-SP. Nossos primeiros objetivos serão avançar de fase e mostrar a qualidade de nossos jogadores. Por enquanto o clima é de comemoração pelo título e de merecido descanso a todos." - disse o técnico do São José Sandro Resende.
 
Foto oficial do EC São José, campeão da Copa FGF Sub-19. Foto: Mirela Putrich
EC São José - divulgação

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Campeonato Sul Brasileiro de Amadores 2014

Inicia nesta sexta-feira, 21, a 27a. edição do Campeonato Brasileiro de Futebol Amador, que reúne times do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Neste ano, a sede será em Nova Veneza, Santa Catarina.

O representante gaúcho será o Serrano de Canela, que devido ao imbróglio que cerca o Estadual de Amadores (que está paralisado), a FGF sorteou seu representante entre o clube de Canela e o 12 Horas de Porto Alegre, vencendo o Serrano.

Além do Serrano, participarão do campeonato o Caravaggio, campeão catarinense de 2013, Ferroviários de Bragança Paulista, campeão paulista de 2013 e Bandeirantes da cidade de Colombo, campeão Paranaense de 2014.

A tabela de jogos:

1ª RODADA – SEXTA, DIA 21
15h  Serrano  x  Ferroviários
17h  Caravaggio  x  Bandeirantes

2ª RODADA – SÁBADO, DIA 22
15h  Bandeirantes  x  Serrano
17h  Caravaggio  x  Ferroviários

3ª RODADA – DOMINGO, DIA 23
15h  Ferroviários  x  Bandeirantes
17h  Caravaggio  x  Serrano

FGF define jogos da Super Copa Gaúcha

Nesta segunda-feira, 17, a Federação Gaúcha de Futebol determinou por sorteio as partidas da Super Copa Gaúcha 2014, que reúne os campeões das três copas regionais (Metropolitana, Sul-Fronteira e Serrana) e da Taça Fernandão.

Lajeadense (campeão da Copa Fernandão), Novo Hamburgo (campeão da Copa Metropolitana), Grêmio (vice da Copa Sul-Fronteira, já que o Lajeadense fora o campeão) e o Juventude (campeão da Copa Serrana) jogam a partir de sexta-feira, 21, em Lajeado, na Arena Alviazul. Confira as partidas:

Semifinais, 21/11
Novo Hamburgo x Grêmio - 18h30
Lajeadense x Juventude - 21h

Os vencedores fazem a final no domingo, 23, em horário a ser definido. Grêmio e Juventude disputam com times B, formados por atletas das categorias de base.

A Super Copa Gaúcha dará ao campeão uma vaga para a seletiva (disputa de uma vaga para o Campeonato Brasileiro da Série D 2015) envolvendo o Campeão da Super Copa Gaúcha e aquele que obtiver vaga para a seletiva oriunda do Gauchão 2015. Caso o campeão da Super Copa Gaúcha já tenha vaga em Campeonatos Brasileiros do ano de 2015 e/ou desista da participação, a vaga será destinada sucessivamente ao clube melhor classificado.

Caso a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) designe duas vagas para o Campeonato Brasileiro da Série D 2015 à FGF, não haverá a necessidade de disputa da seletiva, ficando para o campeão da Super Copa Gaúcha uma das vagas para o Campeonato Brasileiro da Série D 2015 de forma direta.

Semifinais da Taça Serramar: Mar Azul e CCFC empatam; Serraria em vantagem

Mar Azul de Imbé jogou bem, mas só empatou com o Capão da Canoa em casa. Foto: Jornal Tempo Extra (Tramandaí).
Na tarde ensolarada deste domingo aconteceram os jogos de ida válidos pela semifinal da Taça Banrisul Serramar. Dois grandes jogos marcaram os confrontos iniciais que começa a definir os finalistas da competição.

Em Santo Antonio, a equipe do Serraria recebeu o Xangri-lá e se deu bem jogando em casa, venceu por 2x0 e vai joga na casa do adversário no próximo domingo precisando de apenas um empate para conquistar a vaga para a grande final. O Serraria jogou desde os 5 minutos do primeiro tempo com um jogador a menos, expulso o zagueiro Vinicius, mesmo assim o Serraria conseguiu se multiplicar em campo e sair com a vitória, levando boas esperanças a sua fanática torcida.

Em Imbé a equipe do Mar Azul recebeu a melhor equipe na competição até agora, o Capão da Canoa que terminou a primeira fase em 1º lugar e continua invicta na competição.

Jogando em casa a equipe do Mar Azul foi pra cima do adversário. Mesmo com os desfalques do meia Vainer e o ala Everton, o treinador Mateus Lessa tentou surpreender, colocou Charles na lateral direita, evitando as subidas de Gregori pelas pontas, no meio Mateus colocou Dilermano no lugar de Bagé, que deu mais mobilidade na marcação e saídas com rapidez aos contra-ataques do Mar Azul. Outra mudança do Técnico Mateus foi na defesa, tirou Spoch e colocou Mateus Rosa.

A equipe do Mar Azul saiu na frente logo no inicio do primeiro tempo, Mateus Lança Maurinho na área, a defesa Caponense falha e o atacante não perdoa, limpa o goleiro e coloca nas redes para o Mar Azul.

A equipe da casa seguiu pressionando e o Goleiro Nuli se tornou o homem do jogo, defendo um chute que tinha endereço certo de Zeferino e uma cabeçada a queima roupa de Maurinho. O goleiro do Capão seguiu fazendo grandes defesas.

O Capão da Canoa chegou ao empate em cobrança de escanteio de Roni, o goleiro Chipa falha e a bola entra direto, fazendo gol olímpico e empatando o jogo.

Na segunda etapa só deu Mar Azul, a equipe do Capão da Canoa buscava explorar os contra-ataques, mas a defesa segura com Cleomar e Mateus Rosa paravam as investidas do Capão.

Mesmo pressionando o Mar Azul não conseguia transformar suas chances em gols e a partida terminou mesmo empatada em 1x1, levando a decisão da vaga ficou para domingo que vem no Mariscão.

A equipe do Mar Azul chutou 14 bolas a gol, cometeu 11 faltas, teve 14 escanteios a favor e 3 impedimentos. Mateus Guimarães, Roger, Charles e Chu levaram cartão amarelo.

O Capão da Canoa chutou 6 bolas a gol, cometeu 19 faltas e teve 6 escanteios a seu favor. Jean e Ronaldo levaram cartão amarelo e Everton que entrou no segundo tempo levou cartão vermelho.

Ficha técnica:

MAR AZUL: Chipa, Mateus Rosa e Cleomar, Charles, Mateus Guimarães (Stadulne), Dodi e Dilermano, Roger, Chu, Zeferino (Claiton) e Maurinho. Técnico Mateus Lessa.

Capão da Canoa FC: Nuli, Ronaldo e Franco, Maninho, Perna e Jean, Biju, Roni (Everton), Kaká, Maurício (João) e Gregori.

Arbitragem; Fernando de Paula. Auxiliares. Tiago Pinheiro e Fabrício Vila.

Uma arbitragem confusa. Iniciou bem o jogo, mas acabou se perdendo no decorrer da partida, não teve pulso até o final e ao término da partida entrou em discução com o dirigente do Mar Azul. Não teve influência no resultado da partida mas disciplinarmente deixou a desejar, em jogo como este a arbitragem precisa ser mais segura nas decisões.

Jornal Tempo Extra - Tramandaí

São José campeão da Copa FGF Sub-19

Foto: EC São José - divulgação
Na noite deste domingo, 16, o São José sagrou-se campeão da Copa FGF Sub-19, ao derrotar o Internacional por 1x0 no tempo normal e vencer nos pênaltis por 3x0. O jogo ocorreu no Estádio Passo D'Areia em Porto Alegre.

O JOGO
Depois de perder o jogo da ida por 1x0 e precisando vencer, o São José partiu para cima do Internacional desde o início de jogo. A equipe, comandada por Sandro Resende, adotou uma postura mais agressiva e tomava as ações ofensivas da partida, sempre se precavendo dos contra-ataques. A posse de bola era total dos donos da casa, porém, não haviam arremates ao gol colorado. Com o passar dos minutos, o Internacional, equilibrou o jogo e quase marcou, em duas oportunidades, com cabeceios de Bruno.

Aos 30 minutos do 1º tempo, o atacante Jean Michel recebeu uma bola dentro da área colorada, driblou o zagueiro e mandou para as redes num chute rasteiro. São José 1x0. Na sequência, Mello perdeu a chance de ampliar o placar em favor do Zequinha ao chutar para fora uma bola que estava dentro da pequena área.

Na segunda etapa, o ímpeto do Inter foi maior e o São José se defendeu, passou a explorar os contra-ataques e as jogadas de bolas paradas. Diógenes cabeceou muito próximo ao gol de Keiller.

A resposta dos visitantes veio numa jogada em velocidade, onde o ataque colorado ficou de frente para o goleiro Luan, que operou um verdadeiro milagre, salvando o São José de sofrer o gol de empate.

Ao término dos 90 minutos, o São José devolveu o 1x0 sofrido na casa colorada em Alvorada e a decisão se encaminhou para os pênaltis.
Neste momento novamente brilhou a estrela do goleiro do São José, Luan. Ele transformou-se em uma barreira intransponível e defendeu os pênaltis de Andrigo, Bruno e Lucas Marques.

Enquanto isso, o São José, com ótimo aproveitamento, marcou 3 gols de pênaltis com Willian, Luis Felipe e Jean Roberto, dando inicio à festa pela conquista do título inédito.

"Fizemos por merecer. Trabalhamos com muita perseverança, dedicação e profissionalismo. O ano de 2014 foi fechado com chave de ouro. Essa conquista nos enche de orgulho e entrega uma taça inédita ao clube. O que fizemos entrará para a história do futebol gaúcho, pois vencer o Internacional, numa final de campeonato, não é  tarefa nada fácil. Felizmente fomos competentes em todos os aspectos. Agradeço à todos que fizeram parte desta excelente campanha: jogadores, comissão técnica, grupo de apoio, coordenadores, dirigentes, familiares e amigos que sempre foram nossos grandes incentivadores. Tenho que exaltar os trabalhos do preparador físico Leonardo Fortino e do preparador de goleiros Lori que deixaram todos os atletas em seus ápices físicos e técnicos. A partir de agora é pensar na Copa São Paulo em janeiro de 2015" - finalizou o técnico campeão Sandro Resende.

São José (1): Luan, Vinícius (Jair), Jesus (Luis Felipe), Diógenes, Cássio (Arthur), Mello, Baggio (Christian), Jean Roberto, Rafael, Willian, Jean Michel. Técnico: Sandro Resende.

Internacional (0): Keiller, Chico, Léo, Ortiz, Kaike, Silas, Lucas Marques, Andrigo, Peter, Rodrigues, Bruno. Técnico: José Leão

EC São José - divulgação

Lajeadense conquista a Copa Sul-Fronteira

Foto: Elton de Andrade
Para o segundo semestre ficar melhor, e perfeito, só fica faltando o título da Supercopa. Esta frase do presidente do Lajeadense, Mario Dutra, sintetizou o sentimento que dominou o Estádio Alviazul na noite de ontem. Ela foi proferida logo após a vitória por 2 a 0 sobre o time sub-20 do Grêmio, resultado que rendeu ao clube o título da Copa Sul-Fronteira, pouco mais de um mês após de ter conquistado a Copa Fernandão. O lugar reservado para o segundo troféu já está preenchido.

O título que ainda pode vir para fechar com chave de ouro a temporada 2014 é o da Supercopa Gaúcha, que ocorrerá em Lajeado, no próximo fim de semana, com a presença, além do anfitrião, de Juventude, Novo Hamburgo e Grêmio.

O jogo
O confronto que terminou com o placar a favor do Lajeadense e com gritos de “olé” da torcida começou morno e democrático. O Alviazul, que podia empatar por 0 a 0, não forçou.  E não teve problemas para controlar a garotada gremista, que pouco conseguiu fazer diante da maior qualidade e experiência dos comandados de Luiz Carlos Winck. O resultado foi uma primeira etapa pobre em emoções, com pouco trabalho para os goleiros. Nem a perda do goleador Gilmar, com uma lesão muscular, mudou o panorama da partida.

O segundo tempo começou do mesmo modo que o primeiro, apesar do esforço maior dos times em busca do gol - que só foi acontecer aos 29 minutos-, quando Winck foi derrubado dentro da área e a penalidade foi marcada. No lance, o volante Moisés foi expulso. Paulo Josué se apresentou para bater e o fez com firmeza, no alto, sem nenhuma chance para o goleiro Ygor.

Com um jogador a mais e a vantagem enorme sobre o oponente, o Lajeadense tratou de coroar a festa com mais um gol. Aos 39 minutos, Lima foi lançado e de dentro da área, tirou do arqueiro gremista com categoria para mandar para o fundo das redes.

Os gritos de “É, campeão”, que ecoavam da arquibancada desde o 1 a 0, ficaram mais fortes, e a noite terminou em festa e congraçamento. Todos juntos, comemorando o ano ímpar. O Lajeadense fazendo história.

Helena Baségio - O Informativo do Vale

Juventude é campeão da Copa Serrana

Foto: Artur Dallegrave (ECJ)
O time do Juventude escreveu mais uma bela página na história do clube. Com muito mérito, a jovem equipe alviverde levantou a taça da Copa Serrana, denominada Paulo Sérgio Poletto, na tarde deste sábado, nas Castanheiras, em Farroupilha. Diante do Veranópolis, o time comandado pelo treinador Tiago Nunes aplicou 4 a 1 e garantiu o título. Brenner (2), Abraão e Dener garantiram o resultado que, somado ao primeiro jogo, deixou o Juventude com 7 a 2 no placar agregado. Agora, vem pela frente a Super Copa Gaúcha, mais uma grande oportunidade de título para o Verdão.

No jogo desta tarde, cerca de mil torcedores alviverdes compareceram às Castanheiras e viram o Juventude se impor mais uma vez. Como virou característica da equipe ao longo da competição, o Verdão dominou toda a partida com posse de bola, muita técnica, velocidade e uma apresentação coletiva impressionante, fortalecida por grandes atuações individuais.

O primeiro gol nasceu aos 21 minutos. Dener fez jogada pela direita e cruzou. Abraão tentou finalizar de bicicleta e, no rebote, a bola ficou para Brenner. O centroavante dominou, limpou e finalizou colocado, no canto esquerdo do goleiro. 1 x 0. Além do gol, Chandler e Dener criaram grandes oportunidades e poderiam ter ampliado o placar na primeira etapa.

O segundo tempo foi avassalador. Sem dar tempo para o adversário respirar, o Verdão foi logo marcando o segundo. Logo aos 5, Duda recuperou grande bola e rolou para Dener que vinha de trás. O meia fez o corta-luz, deixando Abraão livre para dominar e chutar firme, no canto direito. 2 x 0.

Sem nem pensar em administrar a partida, o time alviverde fez mais um aos 8. Em jogada ensaiada na cobrança de falta, Alan Schons rolou para Brenner fuzilar e marcar o segundo dele na partida, o 12º gol na Copa Serrana. É artilheiro isolado da competição. 3 x 0.

O quarto gol foi uma pintura. Aos 38, Dener recebeu em profundidade do lado esquerdo. Buscou, cortou a marcação com um drible seco e encheu o pé. A bola entrou no ângulo direito, entre o goleiro e a trave, um golaço. 4 x 0. O gol de honra do VEC veio aos 42 minutos, em cobrança de pênalti de Rafael. 4 x 1

“Essa conquista é a coroação do trabalho exemplar que este grupo desempenhou durante a competição. Esse grupo é muito forte e só tenho a agradecer e parabenizar a todos os atletas que fizeram parte de todos os momentos desta conquista. Isso tudo é fruto de muito esforço, de muita entrega e de muita motivação”, destaca o técnico Tiago Nunes, em meio às comemorações pelo título.

Nunes realmente tem muito que exaltar deste time, e a comissão técnica formada ainda por Tulio Flores e Douglas Neso e coordenada por Atilio Zugno está de parabéns. Além do título, o Juventude soma 15 jogos de invencibilidade, sendo que só perdeu na estreia, para o Ypiranga. De lá para cá, foram 33 gols marcados em 16 jogos, e apenas 10 gols sofridos. Simplesmente o melhor ataque e a melhor defesa da competição.

O presidente Raimundo Demore se mostrou satisfeito com a resposta apresentada por este grupo, durante a competição. “Fiquei muito satisfeito com esta conquista. Mais uma vez, mostramos o valor da nossa garotada, evidenciando novamente o trabalho realizado pelo clube através dos nossos profissionais da base. Este título certifica isso. Quando decidimos manter a equipe júnior atuando na Copa Serrana, era justamente pra que pudéssemos avaliar nossos jogadores. E eu realmente fiquei muito animado com a resposta que eles nos deram. Muitos deles vão compor o nosso elenco profissional em 2015 e tenho certeza de que vão representar muito bem o nosso clube novamente”.

Mas os desafios ainda não terminaram em 2014. No dia 21, tem o primeiro desafio da Super Copa Gaúcha. Esta nova competição envolverá os campeões das Copas Serrana, Metropolitana, Fronteira-Sul e Fernandão. Se vencer, o Verdão entra em campo novamente no dia 23, para a disputa de mais um título.

O Esporte Clube Juventude parabeniza comissão técnica, jogadores e funcionários envolvidos com a conquista deste título. É com o espírito da vitória que seguimos adiante, lutando dia a dia pelo fortalecimento do nosso clube!

Juventude: Elias; Duda, Giordano, Klaus e Victor; Chandler, Alan Schons, Abraão e Dener; Kelvy e Brenner. Técnico: Tiago Nunes.

Campanha:

Fase classificatória

Ypiranga 2x1 Juventude
Juventude 1x1 Veranópolis
Marau 0x1 Juventude
Juventude 5x0 Garibaldi
Juventude 0x0 Panambi
Esportivo 1x1 Juventude
Juventude 1x0 Esportivo
Panambi 1x2 Juventude
Garibaldi 0x5 Juventude
Juventude 4x1 Marau
Veranópolis 1x1 Juventude
Juventude 0x0 Ypiranga

Semifinais
Juventude 3x1 Esportivo
Esportivo 0x1 Juventude

Finais
Veranópolis 1x3 Juventude
Juventude 4x1 Veranópolis

EC Juventude - divulgação

Noia é bicampeão da Copa Metropolitana

Foto: Giovani Jr (ECNH)
Pelo segundo ano consecutivo, o Esporte Clube Novo Hamburgo levantou a taça da Copa Metropolitana e novamente diante do Internacional. O time anilado perdeu por 1 a 0 para o colorado, na noite deste domingo, dia 16, no Estádio do Vale, mas como havia vencido o primeiro jogo por 2 a 0, no CT do Inter, acabou conquistando o bicampeonato da competição e também assegurou uma vaga na Super Copa Gaúcha.

Agora, o Noia se prepara para disputar a Super Copa Gaúcha, que será realizada nos próximos dias 21 e 23 de novembro, em Lajeado. A competição dará uma vaga no Campeonato Brasileiro da Série D de 2015. O torneio será disputado entre os campeões das copas regionais - Novo Hamburgo (Metropolitana), Juventude (Serrana) e Grêmio (Sul-Fronteira) - e mais o Lajeadense, campeão da Copa Fernandão. O campeão da Sul-Fronteira foi o Lajeadense, mas como já havia conquistado a vaga pela Copa Fernandão, o Grêmio, vice-campeão da Sul-Fronteira, ficou com uma vaga.

JOGO
Em desvantagem após ter perdido o jogo de ida por 2 a 0, o Inter foi para cima do Novo Hamburgo nos minutos iniciais e conseguiu abrir o placar aos 4min. Maurides cobrou falta da entrada da área, sem chances para o goleiro Rafael.

Em seguida, a equipe anilada conseguiu controlar o ímpeto colorado e equilibrou a partida. A primeira etapa foi disputada em ritmo intenso, com muita luta pela bola, mas com poucas chances de gols.

A melhor oportunidade do Noia veio aos 45min. Rafinha chutou cruzado, o goleiro Daniel fez grande defesa e espalmou para escanteio.

No segundo tempo, o time de Marcelo Mabília teve as melhores chances de gol. Logo aos 5min, Paulista se livrou da marcação e bateu forte para a defesa do goleiro colorado.

Aos 14min, Calyson rolou para Lucas Crispim que bateu firme. O goleiro Daniel deu rebote e Rafinha concluiu por cima do travessão. Quatro minutos depois, a zaga colorada tentou afastar o perigo da grande área, mas a bola acertou Calyson e acabou indo em direção ao gol. O goleiro Daniel se esticou todo para salvar o que seria o gol de empate do Novo Hamburgo.

O técnico Clemer tirou um volante para colocar mais um homem de frente. Já Mabília, manteve praticamente o mesmo esquema, mas precisou tirar Paulo Vinicius, Calyson e Paulista devido ao desgaste físico dos atletas. Luan, Mateus Carioca e Fabinho entraram no time.

Apesar da apreensão do torcedor anilado durante os 90 minutos, o Noia soube administrar bem a vantagem e o torcedor pôde soltar o grito de bicampeão.


FICHA TÉCNICA
Copa Metropolitana 2014
Novo Hamburgo 0 x 1 Internacional
Data: 16/11/2014 Horário: 20h
Local: Estádio do Vale
Arbitragem: Roger Goulart, auxiliado por Maurício Penna e Marcus dos Santos

NOVO HAMBURGO: Rafael; Celsinho, Cleylton, Peixoto e Edinaldo; Paulo Vinicius (Luan), Warley, Lucas Crispim e Calyson (Mateus Carioca); Rafinha e Paulista (Fabinho)
Técnico: Marcelo Mabília

INTERNACIONAL: Daniel; Diogo, Ismael, Eduardo e Ébert (Geferson); João Afonso, Índio (João Henrique), Bruno Sábia (Alex Nemetz) e Leandro; Aylon e Maurides
Técnico: Clemer Silva

ECNH - divulgação

domingo, 16 de novembro de 2014

Tombense vence Brasil de Pelotas e leva título da Série D

Tombense vence o Brasil de Pelotas e garante a taça da série D do Campeonato Brasileiro em partida dramática no estádio Soares Azevedo, em Muriaé, na Zona da Mata, na tarde deste domingo. Após 90 minutos sem gols, o time mineiro conquistou seu primeiro título nacional nos pênaltis, com 4 marcações contra 2 do time do Sul. O goleiro Darley e o atacante Elvis foram os destaques mineiros da decisão, que levou quase 3600 torcedores à arena.

Como o primeiro confronto da final terminou empatado por 0 a 0 na casa do Brasil e o “gol fora de casa” ainda é critério de desempate da quarta divisão do Brasileirão, o Carcará mineiro precisava da diferença de pelo menos 1 gol para se sagrar campeão. Um empate por 1 a 1, por exemplo, daria a vitória para os gaúchos.

O primeiro tempo, portanto, foi marcado por maior força do Brasil de Pelotas, que foi com tudo para cima do Tombense, abrindo possibilidades de gol logo nos primeiros minutos, com susto de Leandro Leite. Mesmo com vários desfalques, incluindo o técnico Rogério Zimmermann, devido à punição do STJD por briga ocorrida em Londrina, o time do Sul foi superior, recorrendo a jogadas aéreas e laterais pela esquerda. A primeira chance de gol dos mineiros só apareceu nos 14 minutos do primeiro tempo, com tentativa de Joilson, que, no entanto, bateu mal e a desperdiçou. O primeiro  tempo também foi marcado por faltas, paralisações e uma discussão entre o atacante carcará, Daniel Amorim, e lateral do Brasil, Ricardo Schneider, resultando em cartão amarelo para os dois.

O segundo tempo começa com Tombense ainda deixando muito espaço para o Brasil se movimentar e pressionar, mas logo reagiu e conseguiu virar a situação a seu favor, quando aos 12 minutos, o atacante Elvis chega com perigo e lança a bola para perto da trave. O Brasil, já com uma equipe cansada, trocou Márcio Hahn, Ricardo e Felipe Garcia por Léo Dias, Bil e Rauler, realizando suas três substituições. O Tombense também trocou Douglas por Lucas Silva e passou a enfrentar adversários jogando de forma mais recuada. Além da invasão de um cachorro no campo, aos 8 minutos, outra paralisação por irregularidade se deu pela confusão entre o gaúcho Alex e o mineiro Betinho, expulsos da partida.

Na decisão de pênaltis, o Tombense marcou com Francismar, Joilson, Mazinho e Elvis. Coutinho chutou para fora e o goleiro Darley defendeu chute de Léo Dias, do Brasil. O time do Sul também teve erro de Chicão. Os 2 gols marcados foram de Nena e Fernando Cardoso.

Escalação:
Tombense
Darley, Douglas, Heitor, Xandão e Mazinho; Betinho, Coutinho, Joilson e Francismar; Élvis e Daniel Amorim
Técnico: Eugênio Souza

Brasil de Pelotas
Eduardo Martini, Wender, Ricardo Bierhals, Fernando Cardozo e Ricardo Schneider; Leandro Leite, Chicão, Márcio Hahn e Felipe Garcia; Alex Amado e Nena
Técnico: Rogério Zimmermann

Jornal O Tempo (MG)

sábado, 15 de novembro de 2014

Noia vence o Inter por 2 a 0 e sai na frente na decisão da Copa Metropolitana

Crédito: Giovani Junior/ECNH
Com mais uma grande atuação da equipe anilada, o Novo Hamburgo venceu o Internacional por 2 a 0 e largou na frente na decisão da Copa Metropolitana. A partida foi disputada na tarde desta sexta-feira, dia 14, no CT do Inter, em Alvorada. Paulista e Rafinha marcaram os gols para o Noia.

O duelo decisivo está marcado para este domingo, dia 16, às 20h, no Estádio do Vale, onde o Novo Hamburgo espera contar o apoio da torcida anilada para conquistar o bicampeonato. Agora, o Anilado pode até perder por um gol de diferença na partida de volta para ficar com o título e garantir uma vaga na Super Copa Gaúcha.

JOGO
O Novo Hamburgo começou o jogo da mesma forma que atuou durante toda a competição: impondo o seu ritmo ofensivo. Logo aos 3min, o primeiro lance de perigo do Noia. Rafinha fez boa jogada e ajeitou para Lucas Crispim que chutou por cima do gol.

Aos 12min, Paulista dominou a bola na intermediária e avançou em velocidade pelo lado esquerdo de ataque. O atacante levou a bola para o meio e soltou a bomba para abrir o placar: Noia 1 a 0, no CT do Inter, em Alvorada.

A melhor oportunidade do Inter na primeira etapa veio somente aos 28min. Aylon cruzou da direita e Maurides cabeceou para fora.

O Noia quase ampliou aos 44min no chute de fora da área de Rafinha, que passou perto do gol defendido por Keiler.

No segundo tempo, a equipe de Marcelo Mabília voltou a marcar aos 22min. Calyson puxou um rápido contra-ataque e serviu Rafinha que tocou na saída do goleiro para ampliar a vantagem anilada. Noia 2 a 0.

Após o segundo gol, Mabília começou a fazer substituições para renovar o fôlego da equipe. Lucas Crispim e Paulista deixaram o campo para as entradas de Fabinho e Campanholo. Em seguida, Luan entrou no lugar de Calyson para reforçar o setor defensivo.

O Inter bem que tentou diminuir a desvantagem, mas esbarrou na forte marcação anilada e nas boas defesas do goleiro Rafael. Final: Inter 0 x 2 Novo Hamburgo.


FICHA TÉCNICA
Copa Metropolitana 2014
Internacional 0 x 2 Novo Hamburgo
Data: 14/11/2014 Horário: 17h
Local: CT do Internacional, em Alvorada
Arbitragem: Márcio Coruja, auxiliado por Alexandre Kleiniche e Alduino Mocelin

INTERNACIONAL: Keiler; Diogo, Índio, Léo Camilo e Artur; João Afonso, Silas, Gladesyony (Chico) e João Henrique (Alex Nemertz); Aylon e Maurides
Técnico: Clemer Silva

NOVO HAMBURGO: Rafael; Celsinho, Cleylton, Peixoto e Edinaldo; Paulo Vinicius, Warley, Lucas Crispim (Fabinho) e Calyson (Luan); Rafinha e Paulista (Campanholo)
Técnico: Marcelo Mabília

ECNH - divulgação

Vamos lutar por mais esta taça

Em Muriaé (MG), Brasil e Tombense decidem a Série D do Campeonato Brasileiro. Foto: Carlos Insaurriaga.
Conquistas, glórias, decepções, superação, amor e muita paixão são elementos que compõe essa secular trajetória de um clube do Rio Grande do Sul. Dono de grandes feitos, principalmente com a sua apaixonada torcida que move barreiras para acompanhar o seu clube de coração, o Grêmio Esportivo Brasil terá, no próximo domingo (16), às 17h, o jogo mais importante dos seus 103 anos de história. Depois de recolocar o rubro-negro na primeira divisão estadual e conquistar o acesso à Série C, os comandados do técnico Rogério Zimmermann querem fechar 2014 com o título da Série D do Campeonato Brasileiro. O desafio será em Muriaé, contra a Tombense. Depois do 0 a 0 no Bento Freitas, qualquer empate com gols ou vitória simples dá a taça ao Clube do Povo.

A tarefa que já era difícil, ganhou elementos que deixam ainda mais todos os envolvidos com esta decisão com o desejo da vitória. O Brasil terá ao todo onze pessoas, sendo sete atletas e quatro membros da comissão técnica, suspensos para a partida em virtude de uma decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Motivação para vencer mais esse desafio não faltará aos guerreiros que estarão em campo, assim como não faltar ar nos pulmões da Maior e Mais Fiel cantar, Brasil afora, os gritos que empurram os aguerridos Xavantes. Mais uma vez a frase do hino Xavante se fará valer, e as cores do clube serão o sangue e a raça dos jogares em Minas Gerais.

Não há um apaixonado por futebol no mundo que não reconheça as façanhas do Brasil. Primeiro campeão gaúcho. Feito conquistado em 1919, o clube coleciona troféus ao longo da sua história. Mas foram os feitos que não vieram acompanhados de taças que marca uma trajetória de luta e superação. É óbvio que os diversos títulos citadinos, as Copas conquistas e os torneios vencidos são importantes, mas há um feito que marcou o futebol nacional: o Campeonato Brasileiro de 1985. Contra tudo e contra todos, o Brasil venceu equipes como o poderoso Flamengo, do craque Zico, e ficou na terceiro colocação do campeonato nacional daquele ano.

Depois disso, muitos altos e baixos marcaram o clube. De idas à segunda divisão estadual a importantes colocações no Campeonato Gaúcho, faltava ao Brasil algo que mudasse o rumo da sua história. E isso, em 2004, aconteceu. Um jovem treinador chegou ao Bento Freitas e com a missão de recolocar o time na primeira divisão. Fez mais do que isso. Encantou o estado com uma equipe organizada e competitiva. Certamente ele teve o apoio de um artilheiro que era fantástico. Claudio Milar, o ídolo Xavante, fez, naquele ano, o que jamais outro jogador conseguira fazer até hoje: marcar 34 gols em uma competição da Federação Gaúcha de Futebol. Fora de campo, a Maior e Mais Fiel já entrou campeã, tamanha festa e devoção por este clube.

Mas o destino maculou o sorriso dos Xavantes, novamente. Em 2009 nos tirou vidas e nos mostrou que, mesmo arduamente, cada gota de suor derramada seria logo recompensada. E a recompensa veio novamente pelas ideias de Rogério Zimmermann, o jovem treinador de 2004. Ele retornou ao clube em 2012 e a sintonia entre a torcida Xavante e o técnico é tanta que, mesmo não conquistando o acesso naquele ano, havia um clima de que novos rumos estavam chegando. E chegaram.

Rogério montou um time competitivo, organizado, com a sua cara. E o Brasil apostou na continuidade, nos projetos em longo prazo. O presidente do clube, Ricardo Fonseca, não parou um segundo em busca de retomar a organização administrativa do clube e sanar um dos principais problemas do clube do interior: as finanças. Jamais se esquecendo do futebol. Deu carta branca ao treinador e ele, uma espécie de Deus das Glórias na Mitologia rubro-negra, encheu a tão sofrida torcida de alegria. O Brasil não só voltou ao Gauchão, como foi Campeão do Interior.

Reconquistada a vaga na Série D do Brasileiro, o Brasil partiu para duelos que, no papel, assustavam. Mas os guerreiros, como bravos lutadores, venceram o campeão paulista e o campeão paranaense e mais uma porção de tradicionais clubes brasileiros. Recuperou a sua vaga na Série C, tirada de forma polêmica nos tribunais desportivos, conquistou a primeira final nacional do futebol pelotense e agora se prepara para buscar um troféu de campeão brasileiro.

Certamente, depois de tantas histórias de devoção da Maior e Mais Fiel ao seu clube de coração, a taça é apenas mais um elemento desta festa. O Brasil crava, mais uma vez, o seu nome na história. Não faltará luta. Não faltará superação. A cada jogador, a missão de jogar como nunca. A cada torcedor, a missão de apoiar como sempre. Prepare seu coração, suas superstições e tenha muita fé, porque, como diz o hino Xavante, nós este ano vamos vencer.  Que venha a taça, mas principalmente que venham esses guerreiros, porque a festa, em Pelotas, está garantida desde.

O Brasil já superou a perda de seus ídolos. Já suportou os erros de arbitragens que lhe tiraram títulos. Já enfrentou batalhas com guerreiros lesionados. Desta vez encarará mais um desafio cheio de dificuldades. Mas cada um que entrar em campo irá, certamente, respirar fundo e relembrar tudo o que passaram até o momento e, na sua memória, irá aflorar um Bento Freitas lotado de torcedores apaixonados e todos os esforços que a Maior e Mais Fiel faz pelo clube. Seus ouvidos só relembrarão do som das batidas dos tambores da torcida. Seus olhos olharão para apenas um horizonte: a glória. Nós estamos preparados para fazer história e você, torcedor Xavante? Chegou a nossa hora, nós este ano vamos vencer.

Jonathan Silva
Assessoria de Imprensa GE Brasil

Próximo de Felipão, Luiz Gabardo Jr. analisa integração das categorias de base com o profissional

Gabardo (ao centro) analisa a integração da base com o profissional do Grêmio. Foto: Aguante Comunicação
A equipe juvenil do Grêmio está em fase inicial de preparação para a tradicional Copa Santiago. Depois de conquistar o título do Gauchão, os garotos trabalham diariamente na busca pelo melhor condicionamento técnico, físico e tático. Sob o comando do treinador Luiz Gabardo Jr., a semana contou com um coletivo ao lado dos profissionais na terça-feira (11). Na quinta-feira (13), foi a vez de vencer o Guarany de Garibaldi, com o time formado por atletas dos elencos profissional e sub-20, por 4 a 1, em amistoso realizado no CT Hélio Dourado, em Eldorado do Sul. Os gols foram anotados por Klauss (2), Nikolas e Aldemir.

"Tivemos duas oportunidades boa para observar os guris durante a semana. Claro que já tenho uma base montada e conheço bem cada atleta. Só que estamos em um momento importante, chegando ao final de ano. Agora é o momento da transição para categoria júnior. Os meninos estão cada vez mais responsáveis e vendo alguns colegas chegando ao profissional. É preciso ter tranquilidade para a ansiedade não atrapalhar. O Felipão está acompanhando nosso trabalho de perto, o que traz uma satisfação enorme. Valoriza o que fazemos no dia a dia", avaliou o treinador de 31 anos.

O contato direto com Luiz Felipe Scolari e o restante da comissão técnica do elenco principal estão sendo bastante proveitosos para Gabardo. Multicampeão nas categorias de base, o jovem treinador aproveita a experiência para buscar conhecimento sobre o futebol profissional. Diversos jogadores que passaram pelas suas mãos já estão aparecendo com destaque no Grêmio ou fora do Brasil.

"Hoje vejo o Douglas Costa na Seleção Brasileira, o Fernando que está na Ucrânia. Aqui dentro do clube recentemente subiram o Liverson, Balbino e o Nicolas Careca. São todos jogadores que tive contato direto de trabalho e conversamos seguido para trocar ideias sobre futebol. O contato com o Felipão é sensacional, um dos treinadores mais reconhecidos do mundo, que é bem acessível e se interessa pelo trabalho da base. Aproveito cada segundo que estamos juntos. Tenho certeza que será muito útil em toda minha carreira", finalizou.

Aguante Comunicação

Ypiranga define valor dos ingressos para fase classificatória do Gauchão 2015

Canarinho volta a Série A do Gauchão em 2015. Foto: Prime Comunicação
O ano de 2015 marca a volta do Ypiranga à primeira divisão, a Série A do Gauchão. A direção do Canarinho já está mobilizada no sentido de garantir acesso e conforto aos torcedores no estádio Colosso da Lagoa.

Esta semana a direção divulgou os valores dos ingressos e pacotes promocionais para a primeira fase da competição do próximo ano. O valor dos ingressos será de R$ 20,00 nas arquibancadas, R$ 30,00 nas cadeiras brancas e R$ 100,00 nas cadeiras sociais (superiores). Estes valores valem para todos os jogos em que o adversário não seja Inter ou Grêmio.

Nos jogos diante da dupla Gre-Nal, na primeira fase, o valor dos bilhetes passa a ser de R$ 30,00 nas arquibancadas, R$ 50,00 nas cadeiras brancas e de R$ 100,00 nas cadeiras sociais (superiores).


Pacotes promocionais à venda até 30 de novembro

A direção do Ypiranga também divulgou o valor de uma série de pacotes promocionais que podem ser adquiridos pelo torcedor. Nas arquibancadas, o valor do pacote para todos os jogos da fase classificatório, inclusive contra a dupla Gre-Nal, será de R$ 120,00.

Nas cadeiras brancas, o valor será de R$ 180,00 para todos os jogos, incluindo confrontos contra a dupla Gre-Nal.

Estes pacotes promocionais estarão a venda apenas até o final de novembro, até o dia 30. Os mesmos podem ser adquiridos junto a Loja do Ypiranga, no estádio Colosso da Lagoa. O valor ainda pode ser parcelado em três vezes, no cartão de crédito.

Os pacotes podem ser adquiridos ainda pela loja virtual do Ypiranga, junto ao site oficial do Clube, www.yfc.com.br.br. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (54) 3522-1932.

YFC - divulgação

Jogadores profissionais do Cerâmica voltam aos trabalhos

Cerâmica pensa na Divisão de Acesso 2015. Foto: Rodrigo Figueiró/CAC.
Após um período curto de férias, os jogadores profissionais do Cerâmica Atlético Clube retornaram aos trabalhos no início desta semana. Os atletas vão seguir fazendo treinos físicos e específicos, mantendo-se em atividade enquanto aguardam o calendário de 2015.

Depois de ser eliminado da Copa Metropolitana, o Tricolor de Gravataí concedeu férias para os jogadores do time profissional. Os atletas retornaram do descanso e agora vão seguir treinando com os preparadores físicos Daniel Kampff, que também é fisiologista, e Lucas Castro. “Vamos fazer um trabalho de base e manutenção enquanto aguardamos a definição do calendário do próximo ano”, disse Kampff.

Rodrigo Figueiró - Assessor de Imprensa
Comunicação - Cerâmica Atlético Clube

Final da Copa FGF Sub-19 será neste domingo

Na partida de ida, na Morada dos Quero-Queros (Alvorada), o Inter venceu por 1 a 0. Foto: EC São José/divulgação
A Federação Gaúcha de Futebol definiu que o jogo de volta da final da Copa Sub-19, entre São José e Internacional, será realizado no próximo domingo, 16, às 19h30 horas, no Estádio Passo D'Areia em Porto Alegre.

O Internacional, que venceu a partida de ida por 1x0, entra com a vantagem de jogar pelo empate. Já o São José, se devolver o 1x0, leva a decisão aos pênaltis e se vencer por 2 gols de diferença garante o título.

"Tanto o dia quanto o horário ficaram ótimos. Fugimos um pouco do calor da tarde e podemos receber mais torcedores para nos apoiar. No primeiro jogo, o forte calor desgastou ambas equipes, mas agora não haverá esse fator. Vamos pensar apenas no jogo e preparar bem a equipe para este difícil confronto. Reverter uma situação contra o Internacional não é tarefa das mais fáceis, mas os jogadores estão confiantes e prontos para a decisão. O trabalho foi muito bem realizado durante todo o ano e o ápice seria a conquista do título da Copa Sub-19" - disse o técnico do São José Sandro Resende.

EC São José - divulgação