segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Estadual Amador: sem policia, sem jogo

A segunda rodada do Estadual de Amadores, competição organizada pela FGF e que conta com míseros quatro clubes, não saiu devido à falta de policiamento.

Em Viamão, jogariam Tamoio e Guaíba, no estádio Edgar Teixeira. Com tudo pronto e para iniciar a partida, os policiais já presentes foram chamados para atender uma ocorrência. O árbitro Marco Aurélio Nunes Magalhães esperou os 30 minutos regulamentares e como a Brigada Militar não retornou, acabou por suspender a partida.

Em Canela, Serrano e 12 Horas de Porto Alegre se enfrentariam no estádio Dr. Pedro Sander. Mas ainda na sexta-feira houve o anúncio do adiamento da peleja, pois o estádio não sofreu os ajustes necessários que a Brigada Militar havia solicitado. Temendo uma punição por parte da FGF (que pode ser até de eliminação do certame), uma comissão do Serrano irá até a federação nesta segunda para explicações.

Copa FGF Sub-19: Igrejinha larga em vantagem

Foto: EC Igrejinha - divulgação
Jogando em Alvorada neste domingo o IGREJINHA conseguiu um bom resultado diante do AVENIDA de Santa Cruz. A vitória por 2 x 1, traz a vantagem para a decisão em IGREJINHA no próximo sábado.
 
O AVENIDA abriu o placar com PEDRO aos 32 minutos do primeiro tempo. O IGREJINHA demonstrou sua força e reagiu logo em seguida aos 35 com ARTUR marcando de cabeça e LUCAS SCHULTZ virando o placar aos 38 minutos ainda da primeira etapa.
 
No segundo tempo o AVENIDA tentava pressionar, o IGREJINHA perdeu bons contra-ataques, mas no final prevaleceu os 2 x 1 para a  equipe igrejinhense.
 
O time do técnico ÉVERTON LUIZ atuou com VINICIUS, RONALDO, ARTUR, WINDSON, FERNANDO, JAIR, WILLIAM CHAVES, VINICIUS COSTA (TON), LUCAS SCHULTZ (MATEUS), PEDRO (GUILHERME) e BRAMBILA (SAMUEL).

A segunda e decisiva partida acontece no sábado 27/09 a partir das 16h30 no Estádio Alberto Carlos Schwingel em Igrejinha.

EC Igrejinha - divulgação

domingo, 21 de setembro de 2014

Série D: Brasil vence e pega o Operário-MT nas oitavas

FOTO: Italo Santos / GEB
Um dia após as comemorações da Revolução Farroupilha, o Brasil mostrou o porquê no hino gaúcho tem a frase: sirvam nossas façanhas de modelo a toda terra! Jogando no Bento Freitas, em um domingo ensolarado, o Xavante despachou o Ituano, campeão paulista, por 1 a 0 e terminou a primeira fase da Série D na liderança do Grupo A7. O gol foi marcado por Nena, aos 38 minutos da primeira etapa, em cobrança de pênalti. Agora, com a confirmação do primeiro lugar, o GEB encara o Operário/MT nas oitavas de final da competição. O primeiro jogo será em Cuiabá, com data ainda não confirmada.

Em um primeiro tempo de muita pressão, o Brasil assustou o Ituano principalmente nas cobranças de bolas paradas. O goleiro Diego, do Ituano, fez diversas boas defesas, impedindo a abertura do placar. Mas o arqueiro paulista não conseguiu parar a cobrança de pênalti de Nena, aos 38 minutos. O único gol da partida sacudiu o Bento Freitas e colocou o Brasil de volta a liderança do Grupo A7.

Já no segundo tempo, o Brasil fez mais do que apenas administrar o resultado. Procuro, de forma intensa e aguda, ampliar o placar. Mais uma vez, o goleiro Diego foi quem se destacou no bloqueio do ataque Xavante. Sem bola na rede na etapa final, o placar se manteve positivo para o rubro-negro e a Maior e Mais Fiel pode comemorar a classificação em primeiro lugar do Grupo A7.

O JOGO

Logo na saída de bola, o Brasil já mostrou ao Ituano que em solo gaúcho, quem manda é o povo de bombacha. No primeiro minuto, depois de cobrança de falta, Rafael Forster ficou com a bola na entrada da área e mandou uma bomba sobre o gol de Diego. A bola passou raspando o travessão do Ituano. Aos 24, Raulen cobrou lateral e Nena tentou, de bicicleta, abrir o placar, mas a zaga paulista conseguiu mandar para escanteio.

Já aos 33, Diego fez um milagre. Alex Amado recebeu bola na área, girou e bateu no cantinho. O goleiro paulista se esticou todo e conseguiu mandar a bola para escanteio. Dois minutos depois, Amado fez boa jogada e cruzou para Zotti. O camisa 10 deu um chapéu no adversário, na entrada da área, e tocou para Nena. O centro avante girou e bateu forte, mais uma vez Diego conseguiu defender.

Aos 36, Washington foi derrubado na área e o pênalti foi marcado. Durante dois minutos, entre a marcação do pênalti e a cobrança de Nena, a tensão tomou conta dos torcedores nas arquibancadas. Mas Nena, com toda sua categoria, correu pra bola e fez a bola estufar as redes do Ituano, fazendo a alegria da Maior e Mais Fiel. Brasil 1 a 0.

A segunda etapa começou assim como a primeira: com o Brasil no ataque. Aos três minutos, em boa jogada pela esquerda, Márcio Hahn tocou para Nena, que chutou e Diego fez boa defesa. Aos 8, uma linda jogada em velocidade. Zotti recebeu passe de peito de Nena, partiu em velocidade e tocou para Márcio Hahn. O meia olhou para a área e devolveu, com um certeiro cruzamento, a bola para Zotti. O camisa 10 Xavante cabeceou por cima do gol de Diego, quase marcando o segundo gol rubro-negro na partida.

Aos 13 minutos, Márcio Hahn lançou Alex Amado. O baixinho driblou o marcador, dentro da área, e foi derrubado, mas o pênalti não foi marcado. Assim, com total domínio da partida, controlou o Ituano e viu o tempo passar até o apito final, decretando a liderança do Grupo A7 e a classificação como um das melhores campanhas da Série D do Brasileirão.

Jonathan Silva
Assessoria de Imprensa GE Brasil

Placar RS

Copa Metropolitana: São José e Cerâmica não saíram do 0x0 no Passo da Areia, em Porto Alegre. Foto: Rodrigo Figueiró/CAC
Campeonato Brasileiro - Série C, 16a. rodada, 1a. fase
Grupo B
Sábado
Guaratinguetá 1x1 Juventude

Domingo
Caxias 2x2 Madureira

1) Tupi 30
2) Mogi Mirim 28
3) Madureira 23
4) Macaé 23
************************
5) Guaratinguetá 22
6) Juventude 22
7) Caxias 22
8) Guarani 20
9) São Caetano 15
10) Duque de Caxias 7


Campeonato Brasileiro - Série D, 8a. rodada, 1a. fase
Domingo
Grupo A7
Brasil 1x0 Ituano
Guarani-SC 0x0 Cabofriense

1) Brasil 16
2) Ituano 13
**************************
3) Maringá 11
4) Cabofriense 10

O Brasil enfrentará o Operário de Várzea Grande-MT (CEOV) nas oitavas-de-final, com o segundo jogo em Pelotas.

Grupo A8
Penapolense 4x0 Pelotas
Boavista 0x6 Metropolitano

1) Londrina 18
2) Metropolitano 12 3V 6S
**************************
3) Penapolense 12 3V 5S
4) Pelotas 7
5) Boavista 3


Copas Regionais, 8a. rodada, 1a. fase
Sexta
Grêmio 1x0 Bagé
Esportivo 2x0 Garibaldi

Sábado
Inter 5x0 Estância Velha
São José 0x0 Cerâmica
Guarani-VA 2x1 Farroupilha
Santa Cruz 1x2 Lajeadense

Domingo
15 de Novembro 1x3 Aimoré
Veranópolis 3x2 Marau
Ypiranga 5x0 Panambi

Copa Metropolitana
1) Inter 16
2) São José 11
3) Novo Hamburgo 9
4) ACB Estância Velha 7 2V
5) Aimoré 7 1V 0S
6) Cerâmica 7 1V -6S
7) 15 de Novembro 1

Copa Sul-Fronteira
1) Grêmio 14
2) Santa Cruz 13
3) Lajeadense 11
4) São Paulo 9
5) Guarani-VA 8
6) Bagé 6
7) Farroupilha 4

Copa Serrana
1) Esportivo 17
2) Ypiranga 10
3) Juventude 9
4) Marau 7
5) Garibaldi 6 2V
6) Veranópolis 6 1V
7) Panambi 4


Copa FGF Sub-19, oitavas-de-final, ida
Sábado
GAO 0x1 Aimoré
Cruzeiro 3x1 Lajeadense
Gramadense 1x5 Ypiranga

Domingo
Avenida 1x2 Igrejinha
Torino 1x2 Inter
Santo Ângelo 1x0 Riograndense

Segunda
ACB Estância Velha x São José
Panambi x Novo Hamburgo


Estadual Juvenil A, semifinais, ida
Sábado
São José 0x0 Grêmio
Juventude 0x2 Inter


Estadual Juvenil B, 8a. rodada, 2a. fase
Sábado
Guarany-CAM 4x0 ACB Estância Velha
Canoas 1x3 Mundo Novo
Grêmio 4x1 Ibirubá
União Frederiquense 2x1 Igrejinha

Domingo
Ferro Carril 1x0 Glória

Segunda
Bagé x Rosário


Estadual Infantil, 15a. rodada, 1a. fase
Sexta
Parobé 8x0 Cruzeiro-SAN
Inter 1x2 Juventude
Flamengo (Alegrete) 0x2 Fragata

Sábado
Ivoti 3x0 Ferro Carril
Grêmio 1x0 Passo Fundo
Uruguaiana 1x1 São José

Domingo
Gramadense 1x1 Cruzeiro-POA
Três Passos 3x0 Progresso
ACB Estância Velha x Ferro Carril (adiado)


Estadual de Amadores, 2a. rodada, 1a. fase
Domingo
Tamoio x Guaíba
Serrano x 12 Horas
Ambos adiados por falta de policiamento.

sábado, 20 de setembro de 2014

Aniversariante do dia, Raulen projeta duelo contra o Ituano: "Alto nível"

Foto: Fernando Martinez/Aguante Comunicação.
A grande campanha do Brasil de Pelotas na primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série D terá seu último capítulo neste domingo (21). Diante do Ituano, atual campeão paulista, a equipe comandada pelo técnico Rogério Zimmermann fará o duelo que vale a liderança do Grupo 7. Contando com a fanática torcida xavante no estádio Bento Freitas, o lateral Raulen, que completa 31 anos nesta sexta-feira (19), acredita que será um teste importante para o início da fase de mata-mata. Mesmo com a vitória no enfrentamento do primeiro turno, o grupo rubro-negro mantém totalmente o respeito ao adversário.

"Há sempre alguma coisa para melhorar. Vamos enfrentar o atual campeão paulista, uma equipe muito forte e que merece ser respeitada. O resultado do primeiro turno dá confiança, mas agora é outro jogo, tudo diferente. Estamos trabalhando muito forte para podermos fazer um bom jogo, já que as duas equipes estão buscando o primeiro lugar da chave, que garante o segundo jogo do mata-mata em casa", disse o camisa dois.

Para garantir acesso à Série C, o Brasil terá ainda que atingir às semifinais da competição. O empolgante início de campanha será colocado à prova a partir do dia 28 de setembro, quando começarão as oitavas de final. Ciente da pressão em cima do grupo, Raulen lembra que um fator determinante para a sequência do trabalho é a continuidade na forma de atuar.

"Creio que contra o Ituano será um jogo de alto nível. Servirá para as duas equipes como parâmetro para o mata-mata, que, sem dúvida, é um outro campeonato. O fator emocional terá uma importância muito grande. Quem estiver melhor preparado para essa pressão levará vantagem. Além disso, temos um grupo bem trabalhado e entrosado, com resultados significativos na temporada", finalizou.

Aguante Comunicação

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Copa FGF Sub-19: definidas as oitavas-de-final

A 10a. rodada da Copa FGF sub-19 aconteceu nesta quarta, 17, e definiu as classificações de 16 equipes para as oitavas-de-final. Confira os resultados e a classificação dos grupos:

4/9
Santo Ângelo 2 x 0 Inter-SM

Terça
Gramadense 5 x 0 Garibaldi

Quarta
Sapucaiense 1 x 4 São José
Cruzeiro 1 x 4 Novo Hamburgo
Inter 1 x 0 GAO
Guarany-CAM 0 x 3 Aimoré
Igrejinha 3 x 1 Nova Petrópolis
Torino 1 x 1 Lajeadense
Armour 2 x 3 Riograndense

Grupo A
1) São José* 17
2) Novo Hamburgo* 13 4V 8S
3) Cruzeiro* 13 4V 3S
4) Estância Velha* 11
5) Sapucaiense 3

Grupo B
1) Inter* 20
2) Aimoré* 16
3) GAO* 10 3V 1S
4) Avenida* 10 -9S
5) Guarany-CAM 1

Grupo C
1) Igrejinha* 22
2) Lajeadense* 19
3) Gramadense* 16
4) Torino* 12
5) Nova Petrópolis 9
6) Garibaldi 3

Grupo D
1) Riograndense* 21
2) Ypiranga* 20
3) Panambi* 19
4) Santo Ângelo* 15
5) Armour 7
6) Inter-SM -1 (perdeu 3 pontos no TJD)

Oitavas-de-final (ida)
20/9
 Torino x Inter
Avenida x Igrejinha
Santo Ângelo x Riograndense
GAO x Aimoré
Gramadense x Ypiranga
Cruzeiro x Lajeadense
22/9
Panambi x Novo Hamburgo
Estância Velha x São José

Jogos de volta dias 27 e 28/9.

Copa Fernandão: Guarani-VA e Lajeadense em vantagem nas semifinais

Nesta quarta, 17, iniciaram-se as semifinais da Copa Fernandão, que dá ao campeão uma vaga na Supercopa Gaúcha, que por sua vez, dá vagas à Copa do Brasil e Brasileiro Série D.

Nos jogos de ida, o Guarani de Venâncio Aires venceu no final o time B do Inter por 1 a 0, gol de Paulinho, aos 46 do segundo tempo. Jogo de volta dia 24, às 15h, na Morada dos Quero-Queros.

Em Lajeado, no Alviazul, o Lajeadense não tomou conhecimento do São José e aplicou 5 a 0. Os gols foram de Éverton 33 e 39/1T, Gilmar 19 e 39/2T e Paulo Josué 43/2T. Jogo de volta dia 24, 15h, no Passo da Areia.

São José goleia na última rodada da 1a. fase do sub-19

Foto: EC São José- divulgação
Em jogo válido pela Copa FGF Sub-19 realizado na tarde desta 4ª feira, 17/09/14, no Estádio Arthur Mesquita Dias, o Sapucaiense acabou goleado pelo São José pelo placar de 4x1. Os gols do Zequinha foram marcados por Adriel (2 vezes), Adílton e Willian. Os donos da casa descontaram, em cobrança de falta, aos 3 minutos do 2º tempo.
 
Com esta vitória, os comandados do técnico Sandro Resende, acabaram a fase classificatória em 1º lugar na Chave A, somando 17 pontos (5 vitórias, 2 empates, 1 derrota), marcando 16 gols e sofrendo 5. O aproveitamento foi de 70,83%.
 
Nas oitavas de final, o São José enfrentará o Estância Velha de Canoas. O jogo de ida está marcado para dia 22/09/14 no Centro Olímpico e a volta no dia 27/09/14 no Estádio Passo D'Areia.
 
Na partida de hoje o Zequinha foi a campo com: Andrei, Alexandre, Coringa, Diógenes (Wellerson), Azevedo, Pará, Adílton (Luis Felipe), Willian, Matheus (Léo), Deivison (Willian Alves), Adriel (Lucas Murilo). Os suplentes foram: Matheus, Jair, Gustavo, Peixinho. 
 
"Alcançamos o objetivo proposto e planejado para a 1ª fase. A partir de agora será um novo campeonato, onde tudo fica mais difícil e nivelado. O Estância nos impôs dois enfrentamentos muito complicados na fase classificatória e agora não será diferente. Precisamos de muita atenção, concentração e dedicação total para seguirmos adiante na Copa Sub-19. O grupo está muito bem preparado e ciente de suas obrigações enquanto equipe. Confio plenamente nos jogadores e fico com a expectativa de um crescimento nessa fase importante" - analisou Sandro Resende.
 
EC São José - divulgação

Estadual juvenil define semifinais

Grêmio reverteu a vantagem do Fragata e está nas semifinais. Foto: site Grêmio
Juventude x Inter e São José x Grêmio compõem as semifinais do Estadual Juvenil (sub-17), em jogos de ida e volta. As quartas-de-final ocorreram nas últimas duas semanas.

O Inter teve mais tranquilidade para avançar de fase com duas goleadas de 7 a 1 diante do Cerâmica de Gravataí. No jogo de ida, dia 6, os gols foram de Pablo, Bruno, Everton, Ronald, Tulio, Luis Miller e Rogério (I) e Kennedy descontou. Na partida de volta, dia 10, Mila-2, Ronald, Everton (pênalti), Pedro, Tulio e Alexsandro marcaram para o Inter, com Isaac fazendo para o Cerâmica.

O Grêmio teve mais dificuldades. No jogo de ida, perdeu para o Fragata, em Pelotas, por 2 a 0 dia 6. Mas nesta terça (16), reverteu a situação com um 3 a 0 no CT Hélio Dourado, em Eldorado do Sul, gols de Conrado-2 e Nicolas.

O Juventude eliminou o Veranópolis com duas vitória. A primeira, no Antônio David Farina, por 3 a 1, marcando Caprini, Baiano e Deivid, no dia 6. Na última sexta-feira, 12, 2 a 0 no CT do clube, gols de Vacaria e Rafael.

Já o São José venceu a ida contra o Novo Hamburgo no Passo da Areia dia 7 por 2 a 0 e mesmo a derrota no Estádio do Vale por 3 a 2 terça-feira manteve a vaga do Zequinha

Semifinais
Jogos de ida - 20/9
Juventude x Inter - CT do Juventude
São José x Grêmio - Passo da Areia

Jogos de volta
Inter x Juventude - 27/9 - Morada dos Quero-Queros
Grêmio x São José - 30/9 - CT Hélio Dourado

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Gabardo acredita em recuperação gremista no Estadual Juvenil

Técnico Luiz Gabardo Jr (centro) tenta reverter vantagem do Fragata no Estadual Sub-17. Foto: Fernando Martinez/Aguante Comunicação 
A terça-feira (16) será decisiva para o Grêmio no Estadual Juvenil. Depois de ser surpreendido em Pelotas na primeira partida das quartas de final, quando perdeu por 2 a 0 para o Fragata, o time comandado pelo técnico Luiz Gabardo Jr. terá que reverter o resultado no CT Hélio Dourado, em Eldorado do Sul. A partida, que acontecerá às 15h, seria realizada do sábado (13), mas foi adiada devido ao mau tempo que prejudicou as condições do gramado. O treinador gremista acredita que a motivação do grupo para o duelo será fundamental na busca pelo resultado.

"Essa semana de trabalho foi bem intensa e séria. Não temos espaço para erros, então passei muita confiança para os garotos. Sei da capacidade deles. Um momento de pressão e cobrança como esse é importante na formação do jogador. Eles sabem quem têm condições técnicas, agora é preciso se impor e buscar os gols. Com certeza será uma partida emocionante. Espero que seja uma partida bem jogada, porque a primeira partida o gramado não apresentava a mínima condição e acabamos não encaixando em campo", apontou o profissional de 31 anos.

A capacidade de motivar grupos faz de Gabardo um grande campeão nas categorias de base. Nos últimos oito anos, conquistou sete títulos estaduais. Aliando troféus à revelação de jogadores, apresenta um trabalho consistente e com questões inovadoras. Para isso, segue estudando diariamente os mais variados sistemas de jogo. O grande desafio é passar para os atletas a conscientização tática.

"O conhecimento está à disposição de quem tem interesse. Estou sempre assistindo jogos, lendo sobre futebol e participando de palestras e eventos de troca de experiência profissional. Acho fundamental essa busca por aprendizado, pois o futebol está em constante mudança. O desafio é passar isso para os atletas, porque para se tornarem jogadores melhores, precisam ter o entendimento do jogo. Apenas capacidade técnica não é suficiente", pontuou.

Aguante Comunicação

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Juventude vence São Caetano

Juventude e São Caetano se enfrentaram, nesta segunda-feira, pela 15ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Melhor para o time gaúcho que, jogando em casa, no estádio Alfredo Jaconi, venceu por 1 a 0.

O único gol do jogo foi marcado por Rafael Pereira, em cobrança de pênalti, logo aos 15 minutos da partida. O lance da jogada que deu a vitória ao Juventude foi bizarro.

Após cobrança de escanteio, Macena cabeceou a bola em direção ao gol, e Renato Peixe resvalou a bola com a mão e impediu o gol dos donos da casa. O árbitro assinalou o pênalti e ainda deu o cartão vermelho direto para o lateral-esquerdo.

Com a vitória, o Juventude chega aos 21 pontos no grupo B, na quinta colocação, em busca da vaga para as quartas de final da Série C. Já o São Caetano se complicou ainda mais com o resultado desta segunda-feira. O time do ABC é o penúltimo, na nona colocação, com 15 pontos conquistados. O Guarani, primeiro time fora da zona da degola, soma 19 pontos.

ESPN.com

Pelotas vence o Boavista na Boca do Lobo

O Pelotas ganhou do Boavista por 3 a 1 na tarde deste domingo (14), na Boca do Lobo. A partida era válida pela Série D do Campeonato Brasileiro. O Lobo precisava lutar para reverter a impressão que vinha deixando no segundo semestre, principalmente após a eliminação na Copa Fernandão.
A vitória veio em boa hora, pois derrota ou empate eliminariam a equipe áureo-cerúlea. O time ainda foi beneficiado pelo empate entre o Londrina e o Metropolitano, por um a um, em Blumenau. A decisão ficou para a próxima rodada.
Primeiro tempo
Logo no primeiro minuto de partida o Pelotas levou um susto: ataque do Boavista consegue uma cobrança de escanteio, que fica nas mãos do goleiro Matheus. Nos vinte minutos seguintes, só deu Pelotas. Aos três de partida, Claytinho cruzou para Márcio Gabriel, que estava impedido. Aos sete, o primeiro gol do Lobo. Feliphe recebeu a bola dentro da área, girou, tirou o zagueiro e soltou um foguete de perna direita. Era o primeiro do Pelotas.
Aos 10 minutos, Tiago Gaúcho chutou uma bomba ao receber a bola de Jefferson, mas Dida pega firme a bola. O Boavista responde com um chute forte de fora da área de seu camisa 10. Matheus, bem colocado, evitou o gol adversário. Em seguida quem quase marcou foi o Lobo. Éber se livrou da marcação e ficou frente a frente com o goleiro, mas chutou pra fora.
 
Eram passados 16 minutos da primeira etapa, Jefferson Luis toca para Claytinho, que driblava a defesa quando foi derrubado na entrada da área. Falta para o Pelotas. Na cobrança, gol do Lobo! Jefferson marca na cobrança com jogada ensaiada.
A torcida do Pelotas ainda não havia terminado de comemorar o segundo gol quando Feliphe recebeu a bola em condições, arrancou, driblou a marcação e soltou um foguete. Gol do Pelotas, sem reação do goleiro Dida.
Após o terceiro gol, o Pelotas se retraiu, permitindo que o Boavista chegasse ao ataque. O Boavista tirou o atacante Edu para a entrada do zagueiro Cristiano.
O Pelotas quase marcou também o quarto gol: Jefferson aproveitou o furo do zagueiro adversário, mas perdeu a chance na frente do goleiro. Aos 25 minutos, só dava Pelotas no ataque. Aos 26, porém, o Boavista consegue encaixar um ataque. A defesa do Pelotas, bem colocada, tira com tranqüilidade.
Aos 35 minutos, Iago cruzou na área, mas Jefferson tirou a bola. No rebote, o goleiro Matheus terminou a jogada. No lance seguinte veio o gol do Boavista. Claudio Pagodinho pegou o rebote de uma defesa de Matheus e marcou o primeiro do time visitante.
Segundo tempo
 Toda a emoção e a qualidade das jogadas nos primeiro minutos do primeiro tempo não se repetiram no segundo. Logo no início, Feliphe recebeu de Éber, se livrou do marcador e chutou no canto, nas mãos de Dida.
Claytinho passava por todo mundo quando foi puxado. Arbitragem não marcou falta e o Boavista chegou a puxar um contra-ataque, que terminou nas mãos de Matheus, sem grande perigo.
Fábio Gaúcho puxou Iago na tentativa de parar uma jogada e levou amarelo. Na falta, Bersan cobrou direto e Matheus pegou com traquilidade. No lance, Iago e Fábio se estranham na área, causando confusão entre os jogadores. Resultado: Iago do Boavista e Matheus do Pelotas levam cartões vermelhos. O goleiro reserva do Pelotas, Bruno Hepp, entra no lugar de Éber.
O técnico Julinho Camargo também foi repreendido pelo juiz, após pressionar por cartão amarelo em chegada forte de Luiz Carlos em Fábio Gaúcho. Claytinho cobrou falta e Tiago Gasparetto botou pra fora de cara com Dida, mas o árbitro já havia marcado impedimento.
O Boavista ainda pressiona. Adriano pegou a bola na intermediária pela esquerda e chutou forte, mas a bola acabou pelo lado de fora da rede. Já no final da partida, o Boavista seguiu pressionando, mas não conseguiu finalizar com qualidade.

Ficha técnica
Pelotas: Matheus Cavicholli, Pedrão, Bruno Salvador, Tiago Gasparetto, Fábio Gaúcho, Escobar, Helton, Jefferson Luis, Claytinho, Jhonatan e Éber. Técnico: Julinho Camargo
Boavista: Dida, Leomir, Leandro, Carlos, Vitor, Alcenil, Cláudio Pagodinho, Thiago Silva, William, Bersan ve Luiz Junior. Técnico: Márcio Bittencourt.
Arbitragem: Éverton Silva, auxiliado por Adaíltom Menezes e Ygor Miranda.

Diário popular

Confira os gols da partida:

São Paulo vence e se mantém na zona de classificação

Recuperado da última derrota em casa, 1 a 0 para o Grêmio na quinta-feira (11), o São Paulo foi neste domingo (14) até a cidade de Pelotas enfrentar o Farroupilha. De lá, voltou com a vitória e três pontos importantíssimos na tabela de classificação. Com gols de Diego Sapata e Dudu Mandai, além de decisivas defesas de Diego, o time da Linha do Parque conseguiu ser superior e retomar o caminho das vitórias. Com nove pontos, o São Paulo é o terceiro colocado na chave, liderada pelo Santa Cruz, com 13 e Grêmio com 11.

O encontro entre as duas equipes foi marcado pelas condições limitadas do gramado do Estádio Nicolau Fico, onde o barro foi um adversário a mais para os dois lados. Nas primeiras movimentações, apenas jogadas de meio com poucas aproximações dos setores de frente. O cenário só foi revertido na marca dos 17min, quando o Farroupilha chegou pela primeira vez com ousadia. Da intermedária, Kesler viu Fábio Alemão em boas condições para arrematar. O chute só não resultou em gol porque Diego, bem posicionado, fez a defesa.

A resposta foi imediata, precisando os donos da casa pararem Dudu Mandai com falta na entrada da área, quando aproveitava a reposição de bola. Aos 20min, Matheus cruzou para ver Dudu Mandai mandar de peixinho direto para fora. Aos 22min, Diego foi eficiente na finalização de Michel Saraiva.

Já aos 27min, a jogada perfeita. Após cobrança de falta feita por Guilherme ainda no campo de defesa, Diego Sapata recebeu da intermediária para concluir com sucesso. São Paulo 1 x 0. Aos 36min, após escanteio cobrado no primeiro pau por Kesler, a zaga tirou em direção ao gol, onde Diego precisou afastar o perigo após intervenção de Adriano. Apesar dos sustos, o Leão não se intimidou e foi atrás do segundo gol. O cronômetro indicava 42min quando, no setor esquerdo de ataque, Diego Sapata conseguiu avançar até o fundo com qualidade, cruzando para área onde estava Dudu Mandai. Bem colocado, conseguiu chutar tranquilo para fazer 2 a 0.

Já o segundo tempo não começou fácil para o São Paulo. Com novo ânimo, o Farroupilha foi todo ataque, pressão que durou cerca de 10min. Decorriam 15min quando o Rubro-verde conseguiu assustar o adversário pela primeira vez. Jean cruzou para Mano Garcia que rolou para trás, onde surgia Julinho. Na conclusão, o camisa 7 mandou rasteiro pela linha de fundo. Com a jogada, o time de Toquinho conseguiu retomar o ritmo e também jogar na tentativa de furar a defensiva. Entre suas investidas. Paçoca cruzou próximo à linha de fundo para Mano Garcia que, frente a frente com Samuel, não consguiu completar a jogada, parando boa defesa do goleiro.

O próximo desafio será no próximo dia 28, com o Lajeadense. 


Ficha Técnica
Farroupilha (0): Samuel; Dilli (Douglas), Adriano, Evandro e Ihur; Carlos Alberto, Michel Saraiva (Boiadeiro), Kesler e Nilier; Fábio Alemão e Dudu Silva. Técnico: Géverton Duarte

São Paulo (2): Diego; Matheus, Guilherme, Léo e Jean; Douglas, Vavá, Julinho e Diego Sapata (Paçoca); Mano Garcia (Bahia) e Dudu Mandai (Mancha). Técnico: Toquinho

Arbitragem: Francisco Soares Dias, auxiliado por Luiz Paulo Duarte Rodrigues e Vinícius Jardim Oliano
Local: Nicolau Fico 

Meilene Fontes/Jornal Agora

Confira os gols da partida:

VEC e Marau não saem do 0 a 0

VEC (branco) em partida anterior da Copa Serrana. Foto: Divulgação/Faucon Sports
No término do primeiro turno da Copa Serrana, o Veranópolis Esporte Clube (VEC) não saiu do 0 a 0 com o Marau na tarde deste domingo, 14, no Estádio Carlos Renato Bebber, em Marau.

O jogo foi fraco e os dois times desperdiçaram chances de gol principalmente no segundo tempo. O Pentacolor ocupa a 6ª posição, com seis pontos e volta a jogar no próximo domingo, dia 21, novamente contra o Marau, no ADF, na abertura do segundo turno.


Marau 0x0 Veranópolis
Marau: Willian Lago (Douglas – 8/2º); Lucio, Vagno, Exdra e Ila (Ricardinho – 14/2º); Felipinho, Araújo (Da Silva – 22/2º), Rony e João; Cabanhas e Marquinhos. Técnico: Edmílson Neves da Silva.
VEC: Josemar; Rafael Gevehr (Elói – 44/2º), Benhur, Alexandre e Richard; Luiz Grando, Vandelei (Rafael Lima – 23/2º), Alan (Ari – 33/2º) e Rafael Alemão; Maurizan e Mateus Henrique. Técnico: Paulo Henrique Marques.

Cartões amarelos: Rafael Alemão (44/1º) e Luiz Grando (16/2º) - VEC
Arbitragem: Felipe Boeno Lermen, auxiliado por João Carlos Pedersen e Alexis Raber. O 4º árbitro é Jandrei Krammes.
Estádio Carlos Renato Bebber, em Marau. 

Davi Trintinaglia (Rádio Veranense)

Esportivo termina o 1° turno na liderança

Tivo foi à Garibaldi e bateu a AGE por 1 a 0. Foto: site Clube Esportivo
O Esportivo enfrentou o Garibaldi fora de casa e com um gol de Heliardo, manteve-se na liderança e a invencibilidade na Copa Serrana.

O primeiro tempo foi bastante equilibrado com chances dos dois lados, mas quem tinha mais objetividade e ações era o Alviazul. O primeiro tempo, o jogo terminou zerado e o Esportivo com um a menos já que Josiel acabou sendo expulso depois de tomar o segundo cartão amarelo.

Mesmo com um a menos, o Esportivo foi em busca da vitória. Na segunda etapa, igualou-se o número de jogadores depois que o zagueiro da equipe adversária foi expulso. O Esportivo chegou ao seu golnum belo contra ataque e com jogada individual de Heliardo, meteu no canto do goleiro, a bola beliscou a trave e entrou para vibração do torcedor. Após o gol, o Esportivo conseguiu segurar o placar e terminar com a vitória e a liderança garantida.

Agora o elenco junto a sua comissão técnica irá focar o próximo jogo contra o próprio Garibaldi, mas agora em casa.

Clube Esportivo - divulgação

Placar RS

Por onde a bola rolou nos pampas neste final de semana!

Campeonato Brasileiro - Série C, 15a. rodada, 1a. fase
Grupo B
Domingo
Mogi Mirim 1x1 Caxias

Segunda
Juventude 1x0 São Caetano

1) Mogi Mirim e Tupi 27; 3) Madureira 22; 4) Guaratinguetá, Caxias e Juventude 21; 7) Macaé 20; 8) Guarani 19; 9) São Caetano 15; 10) Duque de Caxias 7.


Campeonato Brasileiro - Série D, 7a. rodada, 1a. fase
Sábado
Grupo A7
Cabofriense 1x0 Brasil
1) Ituano e Brasil (já classificado) 13; 3) Maringá 11; 4) Cabofriense 9; 5) Guarani-SC 5

Domingo
Grupo A8
Pelotas 3 x 1 Boavista
1) Londrina 18; 2) Penapolense e Metropolitano 9; 4) Pelotas 7; 5) Boavista 3
O Pelotas para se classificar tem que vencer na úiltima rodada o Penapolense, fora de casa e o Metropolitano não pode vencer o Boavista, também fora.


Copas Regionais, 7a. rodada, 1a. fase
Sábado
Estância Velha 2x4 Inter
Cerâmica 0x3 São José

Domingo
Aimoré 1x1 15 de Novembro
Lajeadense 2x1 Grêmio
Farroupilha 0x2 São Paulo
Marau 0x0 Veranópolis
Garibaldi 0x1 Esportivo
Guarani-Va 0x0 Bagé

Segunda
Panambi 1x1 Ypiranga

Sul-Fronteira
1) Santa Cruz 13; 2) Grêmio 11; 3) São Paulo 9; 4) Lajeadense 8; 5) Bagé 6; 6) Guarani-VA 5; 7) Farroupilha 4

Metropilitana
1) Inter 13; 2) São José 10; 3) Novo Hamburgo 9; 4) Estância Velha  e Aimoré 7; 6) Cerâmica 6; 7) 15 de Novembro 1

Serrana
1) Esportivo 14; 2) Ypiranga 10; 3) Juventude 9; 4) Marau 7; 5) Garibaldi e Veranópolis 6; 7) Panambi 4


Copa FGF Sub-19, jogos adiados da 9a. rodada
Sexta
Aimoré 1x1 Inter
Panambi 1x0 Ypiranga

Sábado
Avenida 2x0 Guarany-CAM (suplementar do Olímpico)



Estadual Juvenil A, quartas-de-final, volta (complemento)
Sexta
Juventude* 2x0 Veranópolis

Terça
Grêmio x Fragata (ida: 0x2)
Novo Hamburgo x São José (ida: 0x2)


Estadual Juvenil B, 7a. rodada, 1a. fase
Sábado
Ferro Carril x Rosário
Igrejinha 1x1 Encantado
Ypiranga 2x1 Inter
União Frederiquense 1x2 Mundo Novo
Gramadense 3x1 Canoas

Domingo
Glória 0x5 Grêmio
Ibirubá 3x0 Bagé
Estância Velha 0x2 Guarany-Ba


Estadual Infantil, 14a. rodada, 1a. fase
Sábado
São José 1x1 Passo Fundo
Cruzeiro 2x7 Inter
Fragata 3x0 Cruzeiro-SAN
Ferro Carril x Parobé
Três Passos x Ivoti
Juventude 0x3 Grêmio

Domingo
Estância Velha 5x0 Gramadense
Progresso 0x0 Uruguaiana


Estadual Amador, 1a. rodada, 1a. fase (complemento)
Domingo
Guaíba 0x1 Serrano

domingo, 14 de setembro de 2014

Resultado negativo em terras cariocas

Brasil joga bem, pressiona a Cabofriense, mas perde a partida por 1 a 0. Na última rodada da primeira fase, Xavante encara o Ituano para buscar a liderança do grupo

Resultado negativo em terras cariocas. Foto: Carlos Insaurriaga/GEB
Há partidas em que o resultado final não condiz com a atuação das duas equipes em disputa. E uma delas aconteceu na noite deste sábado (13), no estádio Alair Corrêa, em Cabo Frio, no Rio de Janeiro. Pela penúltima rodada da primeira fase da Série D, o Brasil acabou derrotado pelo time da casa, a Cabofriense. O placar de 1 a 0 foi construído por Éberson, aos 9 do primeiro tempo. Já classificado, o rubro-negro, no próximo domingo (20), às 16 horas, enfrentará o Ituano, no Bento Freitas.

Classificado com duas rodadas de antecedência, o Brasil viajou a Cabo Frio e enfrentou, além do time da casa, um gramado ruim e o forte vento na região dos lagos cariocas. A Maior e Mais Fiel marcou presença e cerca de cem torcedores empurram o time de Rogério Zimmermann. Com a bola rolando, logo aos 9 minutos, Éberson cobrou falta, a bola passou por toda a zaga Xavante e foi parar no fundo das redes de Anderson. O lance foi a única oportunidade do time da casa. Mas ele foi crucial para decretar o resultado do jogo.

No restante da primeira etapa, o rubro-negro criou boas chances de empatar o jogo. As principais saíram dos pés de Alex Amado, Nena e Fernando Cardozo. No segundo tempo, a pressão Xavante foi maior ainda. O meia Zotti arriscou bons chutes de fora da área, o baixinho Alex Amado também teve oportunidades, Gustavo Papa e Eder, que entraram no decorrer do jogo, tiveram chances de igualar o placar. Porém, a bola teimou em não balançar as redes dos donos da casa.

O Brasil, embora tenha dominado a partida e pressionado os cariocas durante os 90 minutos, viveu um dia em que a justiça não foi feita. Agora, o rubro-negro mais querido do país se prepara para o grande - e decisivo - duelo do próximo domingo (20). Uma vitória faz com que o Xavante termine a primeira fase na liderança do Grupo A7. O duelo é contra o Ituano, também já classificado à próxima fase. Mais uma vez, a presença do torcedor Xavante é fundamental para empurrar os guerreiros em mais uma batalha em busca da Série C do Brasileiro.

Jonathan Silva
Assessoria de Imprensa GE Brasil

Cerâmica perde para o São José na Copa Metropolitana

Foto: Rodrigo Figueiró/CAC
Na tarde deste sábado, 13, em que o sol resolveu aparecer por Gravataí, o Cerâmica encarou o São José, no estádio Antônio Vieira Ramos. O Tricolor de Gravataí encerrou a participação no primeiro turno da Copa Metropolitana com uma derrota por 3 a 0 para o Zequinha. “Tivemos alguns erros e eles aproveitaram para marcar os gols. Poderíamos ter feito uma partida melhor e agora é trabalhar para buscar a classificação no segundo turno”, disse o técnico Hélio Vieira.


O jogo

Jogando em casa, com o apoio da torcida, o Cerâmica foi logo para cima do adversário, buscando a vitória para dar continuidade à boa fase dentro de campo. Porém, o São José foi quem mais vezes chegou ao gol do Tricolor de Gravataí. Aos nove minutos de jogo, Hyago cobrou uma falta e Jão respou de cabeça, para a defesa do goleiro Dudu. Aos 26 minutos da etapa inicial, o São José abriu o marcador, quando após escanteio Wagner marcou de cabeça. O time da casa ainda tentou uma reação, e Dagoberto chutou forte, de longe, mas o goleiro adversário espalmou para fora aos 38 minutos.

Segundo tempo

Na segunda etapa o Cerâmica ainda tentou reverter o resultado negativo, mas o Zequinha continuava pressionando também. Aos 20 minutos Cidinho cobrou falta e Neguete cabeceou para fora. Com 24 minutos da etapa final, Guilherme avançou pela direita e chutou na saída do goleiro Giovani para ampliar o placar. O gol derradeiro saiu quando Canhoto perdeu a bola e Colazzo só teve o trabalho de encobrir o goleiro e definir o placar final.

O Cerâmica volta a campo pela Copa Metropolitana no dia 20, quando pega novamente o São José, mas dessa vez fora de casa. A partida será a primeira do returno da competição para o Tricolor de Gravataí.

FICHA TÉCNICA
Copa Metropolitana
23/08/2014 – 15h
Estádio Antônio Vieira Ramos

Cerâmica: Giovani, Dagoberto, Ícaro, Kleber (Danil), Couto (Gustavo), Neguete, Márcio Lopes, João, Neto (Canhoto), Cidinho e Hyago.
Técnico: Hélio Vieira.

São José: Dudu, Everton, Henrique, Alemão, Carlos, Brida, Wagner (Rafael), Jean, Collazo, Marco Antonio (Ramon) e Jô (Guilherme).
Técnico: Gilson Maciel

Arbitragem: Marco Aurélio Nunes Magalhães, auxiliado por Julio Cesar dos Santos e Andre da Silva Bitencourt.

Cartões amarelos: Wagner, Colazzo e Jean (SJ); Ícaro, João, Márcio Lopes e Dagoberto (CAC).

Gols: Wagner (26’-1º), Guilherme (34’-2º) e Collazo (48’ – 2º).

Rodrigo Figueiró - Assessor de Imprensa
Comunicação - Cerâmica Atlético Clube

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

São Paulo perde em casa para Grêmio B

Jogo foi o último do ano no Aldo Dapuzzo, que ganhará novo gramado. Foto: Fábio Dutra - Jornal Agora
Foi em clima de despedida que o São Paulo recebeu o Grêmio na noite de desta quinta-feira no estádio Aldo Dapuzzo. Marcando o último jogo da temporada na Linha do Parque, das arquibancadas, os rubro-verdes viram o time de Toquinho ser derrotado pelos tricolor por 1 a 0.

Uma partida sem grandes atrativos técnicos, muitos passes errados e pouca jogadas de perigo, São Paulo e Grêmio tiveram pesos semelhantes no confrontos. Contudo, o placar mostrou justiça pelo que apresentou o Leão especialmente no primeiro tempo. Mesmo jogando em casa, conseguiu proporcionar ao time da capital espaços que pudessem jogar com maior posse de bola.

Em um dos lances mais perigosos e polêmicos na primeira etapa, aconteceu aos 23min, quando os gremistas reclamaram de uma penalidade não assinalada. Após receber de traz, Jéferson se posicionou para finalizar sendo impedido por Diego, lance normal na interpretação do árbitro Tiago Classen.

Para a segunda etapa, quase nada mudou, marcação mais acirrada e limitação dos setores de frente, porém dois deles mudaram a história do jogo. O São Paulo tentou na cobrança de falta de Jean. A bola na área para cabeçada de Jean e defesa de Ygor, A resposta veio na cobrança de falta de Jeferson, na qual Diego espalmou para longe. Mas em melhor condição, aos 25min, Marcelo armou boa jogada cruzando para Marcos Paulo que, cara a cara com Diego, mandou por cima. 

Aos 27min Dudu Mandai cobrou escanteio e Vavá concluiu para fora. Já aos 33, um contra ataque possibilitou oportunidade para Dudu Mandai passar para Mano Garcia que chutou parando nas mãos de Ygor. Mas foi na marca de 43 que o jogo se decidiu. Em uma bola lançada dentro da área para Mano Garcia, o árbitro assinalou o corte com a mão do zagueiro, penalidade cobrada pelo prório atacante. A meia altura, Ygor caiu certeiro defendendo. 

A punição não demorou para acontecer. No contragolpe, um minuto depois, Marcelo partiu pela esquerda em velocidade encontrando Lucas Gabriel bem colocado para mandar para o fundo da rede e decretar a vitória gremista.

Ficha Técnica
São Paulo: Diego; Matheus, Guilherme Moller, Leo e Jean; Douglas, Vavá, Tiago Rodrigues (Julinho) e Diego Sapata; Mano Garcia e Dudu Mandai. Técnico: Toquinho

Grêmio: Ygor; Canavarros, Lucas Costa, Mancini e Marcelo; Moises, Arthur, Canhoto (Lucas Gabriel) e Jeferson (Lima); Marcos Paulo e Éverton (Araújo). Técnico: Raul Cabral

Meilene Fontes - Jornal Agora

Guarani-VA elimina Pelotas pela 2a. vez na Copa Fernandão

O Pelotas está eliminado da Copa Fernandão. Depois de sair vencendo por 2 a 0 o Guarani-VA na Boca do Lobo, na noite desta quinta-feira (11), o time viu os visitantes empatarem o confronto. Como na partida de ida o rubro-negro havia empatado sem sofrer gols em casa, a equipe de Fabiano Daitx avançou às semifinais.
Primeiro tempo:
Precisando do gol para sair classificado sem depender dos pênaltis, o Guarani começou o jogo melhor com dois chutes de fora da área com Rafael Bitencourt e Matão. Com a mesma necessidade, porém, o Lobo deu a resposta aos 31 minutos: no contra-ataque rápido puxado por Claytinho, a bola chegou a Márcio Gabriel que chutou e abriu o placar.
Na frente, mas ainda assim criando menos que o adversário, o Pelotas levou um grande susto aos 42 minutos. Em jogada de Gelson pela direita, a finalização acabou com a bola na trave de Matheus Cavichioli.
Segundo tempo: Sem criar boas oportunidades na primeira etapa, o Pelotas conseguiu logo no começo da etapa complementar criar uma boa vantagem. Aos oito minutos, Feliphe foi lançado e sozinho teve liberdade para fazer 2 a 0.
Mas pouco depois de ganhar um escanteio, o Guarani descontou, deixando o jogo perigoso após o gol de Matão, em chute firme, aos 24 minutos. E o que era perigoso virou drama aos 33 minutos, quando Paulinho, saído da reserva, chutou e com a ajuda de um desvio deixou tudo igual, eliminando parcialmente o Pelotas.
A vantagem de ter empatado em casa sem sofrer gols deixou o time rubro-negro confortável no jogo, que então passou apenas a se defender. No último minuto, Jefferson Luis tentou de cabeça fazer o gol que classificaria o Lobo, mas a bola foi para fora.
FICHA TÉCNICA:
Pelotas (2): Matheus Cavichiolli; Márcio Gabriel (Carlos Gato), Pedrão, Tiago Gasparetto e Fábio Gaúcho; Escobar, Helton, Tiago Gaúcho, Jefferson; Claytinho; e Feliphe. Técnico: Julinho Camargo.
Guarani-VA (2): Rodrigo; Tinga, Carlão Farias, Márcio Nunes e Alê; Henrique (Paulinho), Anderson Feijão, Rafael Bitencourt e Gelson; Matão e Willian Ribeiro (Carlinhos) . Técnico: Fabiano Daixt.
Fonte: Diário Popular