domingo, 2 de agosto de 2015

Grande jogo e vitória do Brasil na Serra

Foto: Carlos Insaurriaga/GEB
Se existe um livro dos grandes jogos da história do futebol, certamente a partida entre Brasil e Juventude, na noite deste sábado (1), estará entre elas. A partida, disputada no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, colocou frente a frentes os dois únicos invictos das três principais divisões do Brasileirão. Depois de noventa minutos de encher os olhos, o placar de 3 a 2, construído fora de casa, colocou o Brasil na liderança isolada do Grupo B da Série C do campeonato nacional . Leandrão, duas vezes, e Alex Amado, marcaram os gols Xavantes.
 
O primeiro tempo foi mais do que emocionante. O Brasil fazia uma partida impecável, construindo jogadas e buscando o gol, quando sofreu um choque: Mailson acertou um belo chute a abriu o placar para o time jaconeiro. Não demorou muito e o trocou veio. Leandrão, aos 24, empatou em cobrança de pênalti. A igualdade no placar iria para o intervalo, mas não seria no 1 a 1. Aos 45, Wallacer colocou o time da casa na frente, em cobrança de falta. Ainda comemoravam os torcedores caxienses, quando Alex Amado, no minuto seguinte, fez um golaço e deixou tudo igual.
 
A segunda etapa mal havia iniciado quando Wender cobrou escanteio pela esquerda, a bola ficou em uma verdadeira confusão na área e Leandrão, o maior artilheiro da terceira divisão, colocou ela para o fundo das redes. O Brasil ainda teve boas chances de ampliar e o Juventude buscava o empate, mas no final, vitória rubro-negra em um jogo onde as duas equipes mostraram o porquê chegaram invictas até o duelo. Foi um grande jogo e uma gigante vitória Xavante.
 
Agora, o time do técnico Rogério Zimmermann encara a Portuguesa, na segunda (10), às 20h30, no estádio Bento Freitas. O Brasil é líder do Grupo B da Série C com 20 pontos ganhos.
 
O JOGO
 
Antes de a bola rolar, duas situações faziam da partida especial. A primeira, a situação dos dois clubes. Invictos, Brasil e Juventude chegavam para o duelo com muitas expectativas. O torcedor tinha a certeza de que seria uma ótima partida. A segunda, a incerteza por conta do início do jogo. A Brigada Militar chegou no estádio perto da hora do certame. Uma manifestação de familiares no quartel dos militares impedia a saída dos servidores para o estádio. Problemas que foram sentidos no lado de fora do Jaconi. Sem segurança, a torcida caxiense, de forma covarde, agrediu um grupo de torcedores rubro-negros que estavam a espera da abertura dos portões. O mais grave: entre os agredidos estavam crianças e idosos.
 
Depois de todos os problemas contornados, somente o futebol voltou a ser as únicas atenções em Caxias. Logo no minuto inicial,  Leandrão tocou para Cleiton, que bateu da entrada da área e quase abriu o placar. Aos 5, Xaro cobrou escanteio pela direita e Washington, na primeira trave, desviou de cabeça. A bola passou na frente do gol de Elias e se perdeu pela linha de fundo. O mesmo Xaro, aos 11, roubou bola no meio do campo, tabelou com Alex Amado e cruzou. A zaga conseguiu o corte sobre a linha. A bola sobrou para Amado, que chutou prensado.
 
As duas equipes seguiam fazendo uma ótima partida quando, aos 17 minutos, Maílson acertou um belo chute de fora da área e abriu o placar para o Juventude. Aos 20, Wender cobrou falta pela esquerda, Leandrão subiu alto e cabeceou forte. Elias fez um milagre. Dois minutos depois, Alex Amado fez boa jogada e cruzou. Diogo Oliveira, dentro da área, foi agarrado. Pênalti para o Brasil. Leandrão, o artilheiro Xavante, correu para a bola e deixou tudo igual no Alfredo Jaconi.
 
Elias, aos 29, salvou cruzamento de Alex Amado. Já aos 38, Wender cruzou rasteiro e Alex Amado desviou. O goleiro jaconeiro fez ótima defesa. Aos 43, Diogo Oliveira recebeu passe, driblou dois marcadores e bateu firme. A bola passou pela esquerda do gol do Juventude.
 
Aos 45 e 46 minutos do primeiro tempo, dois lances que incendiaram a partida. No primeiro, em falta quase na linha da grande área, Wallacer cobrou com categoria e deixou os donos da casa na frente do marcador. No segundo, um minuto depois, a bola mal havia rolado depois do gol jaconeiro e Leandro Leite lançou Leandrão, que deu um leve toque na bola e deixou Alex Amado em posição de chutar. O Baixinho, de primeira e de fora da área, acertou um belo chute, no ângulo direito de Elias e deixou - mais uma vez - tudo igual em Caxias do Sul.
 
Os times voltaram do intervalo e o sorriso no rosto dos torcedores de Brasil e Juventude mostrava que o primeiro tempo tinha sido digno da grandeza dos clubes. Mas foram os rubro-negros quem tiveram motivos para sorrir ainda mais. E logo no primeiro minuto veio o golpe fatal. Wender cobrou escanteio pela esquerda, a bola ficou sem dono na área e Leandrão, o maior artilheiro Série C do Brasileirão, empurrou ela pra rede, marcando o incrível nono gol em dez jogos.
 
No sexto minuto da etapa final, Wender cobrou escanteio pela esquerda e Leandrão subiu alto para cabecear. A bola saiu por cima do gol de Elias, era quase o replay do terceiro gol Xavante. Aos 11, Xaro cobrou falta pela direita e Leandro Camilo, na segunda trave, cabeceou com perigo. Aos 24, Jô acertou um chute em Xaro, levou cartão vermelho e foi pro banho mais cedo. Aos 28, Xaro cruzou e Leandrão desviou para o gol, mas a zaga jaconeira conseguiu evitar que o quarto gol rubro-negro fosse marcado na partida.
 
Aos 31, Diogo Oliveira cobrou escanteio e Leandro Camilo cabeceou para fora. Aos 47, um lance impressionante. Felipe Garcia lançou Diogo Oliveira. O Maestro balançou na frente do goleiro, deixou Elias para trás, foi desequilibrado pelo marcador e empurrou para o gol. A torcida já comemorava, quando para surpresa de todos, a bola encontrou a trave. Seria um golaço.

A Maior e Mais Fiel já estava contente. Nas quatro vezes em que o Brasil jogou em Caxias do Sul em 2015, conquistou um empate e impressionantes três vitórias, diante de adversários de peso como Juventude e Caxias. O time do técnico Rogério Zimmermann, com a vitória, chegou ao vigésimo ponto e lidera o Grupo B da Série C do Brasileirão.
 
Jonathan Silva
Assessoria de Imprensa GE Brasil

Placar RS

Pela Copa Walmir Louruz, o Cruzeiro venceu o Grêmio por 1 a 0, no CT Hélio Dourado, em Eldorado do Sul. Foto: José Haag.
Campeonato Brasileiro - Série C, 10a. rodada, 1a. fase
Sábado
Grupo B
Madureira 2x2 Caxias
Gols: Geovani Maranhão-2 (M); Diego Torres, Matheus Leone (C)

Juventude 2x3 Brasil
Gols:  Mailson, Wallacer (J); Leandrão-2, Alex Amado (B)

Grupo B
1) Brasil 20; 2) Tupi, Juventude e Londrina 17; 5) Portuguesa 15; 6) Guarani 14; 7) Tombense 10; 8) Madureira 9; 9) Caxias 5; 10) Guaratinguetá 3.

Campeonato Brasileiro - Série D, 3a. rodada, 1a. fase
Domingo
Grupo A7
Operário-PR 1x0 Ypiranga
Gol: Joelson
1) Operário 7; 2) Ypiranga 6; 3) Red Bull 4; 4) Inter de Lages 3; 5) Resende 2.

Grupo A8
Lajeadense 3x0 Foz do Iguaçu
Gols: Cleiton, Ramon-2
1) São Caetano, Volta Redonda e Lajeadense 6; 4) Metropolitano 3; 5) Foz do Iguaçu 0


Copa Walmir Louruz, 1a. rodada, 1a. fase
Domingo
Cruzeiro 1x0 Grêmio (em Eldorado do Sul)
Gol: Janderson

Farroupilha 0x1 São José
Gol: Willian Prusch

Palmeirense x Gaúcho (adiado)
Marau x União Frederiquense (adiado)


Copa FGF Sub-19, 2a. rodada, 1a. fase
Sábado
Aimoré x Nacional
Novo Horizonte-EST x Estância Velha
Passo Fundo 3x0 Gramadense
Atlântico 3x0 Panambi
São Luiz 0x0 Inter-SM

Domingo
Garibaldi 0x1 Igrejinha
Torino x Veranópolis
Riograndense 3x1 Santo Ângelo


Estadual de Juvenis A, 1a. rodada, 2a. fase
Ivoti 2x2 Mundo Novo
Novo Hamburgo 2x0 Juventude
GAO 1x0 Fragata
Caxias x Inter
Encantado 2x0 São José

Após rebaixamento do CSKA por dívidas, brasileiro tem novo clube na Bulgária

Foto: regiona.bg
O volante Edenilson, ex-Juventude e Brasil de Pelotas, acaba de se transferir para seu terceiro clube na Bulgária. Após duas temporadas no Cherno More Varna e uma no CSKA Sofia, ele foi apresentado no OFK Pirin, que subiu à elite nacional após o vice-campeonato da série B, na última temporada. O CSKA, clube anterior de Edenilson, foi rebaixado para a terceira divisão búlgara por conta de dívidas.
 
- Espero poder retribuir toda ótima recepção que tive - disse o jogador, em sua chegada.

Confira o vídeo da apresentação de Edenilson ao OFK Pirin: http://bit.ly/1MA5KKA

O OFK Pirin, fundado em 1922, é de Blagoevgrad, cidade do Sudoeste da Bulgária, próximo à fronteira com a Macedônia, a 101 quilômetros da capital, Sofia. No município, com cerca de 70 mil habitantes, nasceu um dos maiores nomes do futebol búlgaro em todos os tempos, o atacante Dimitar Berbatov, que disputou a última temporada pelo Mônaco.

Para Edenilson, é um duplo recomeço. Além de iniciar em uma nova equipe, o volante voltará a jogar após a lesão no joelho que abreviou sua participação na última temporada. Em uma recuperação surpreendente, ele voltou a treinar normalmente apenas três meses depois. 
 
"Quero agradecer a todos que me ajudaram nos três meses que fiquei longe dos gramados. Foram muitas pessoas que, de um jeito ou de outro, me ajudaram na minha rápida recuperação" - escreveu Edenilson em sua conta no Facebook.

Edenilson possui um grande cartaz na Bulgária, onde joga desde o início da temporada 2012/2013, quando veio do Standard LIège, da Bélgica. Seu desempenho no Cherno More chamou a atenção do CSKA, que continua sendo o maior campeão nacional, com 31 títulos. Seu começo, antes da parada, havia sido muito bom. Um gol de Edenilson contra o Litex, pelo Campeonato Búlgaro, concorreu para o gol mais bonito do ano no país. O gol de Edenilson não foi o escolhido na votação popular, organizada por uma emissora de TV, mas ficou à frente de um gol de Berbatov.

Confira o golaço de Edenilson pelo CSKA: http://bit.ly/1IO0DFZ

Com passagem pelas categorias de base do Grêmio, Edenilson tornou-se profissional no Mogi Mirim/SP. Ele jogou pelo Brasil de Pelotas e estava no ônibus que sofreu o acidente, em janeiro de 2009, que vitimou três profissionais do clube. Além do Brasil, o volante defendeu dois outros clubes gaúchos: Esportivo e Juventude. Fora do Brasil desde 2010, atuou por clubes de três países europeus diferentes. Antes da Bulgária, jogou na Itália (Varese) e na Bélgica (Brussels e Standard Liège). 

A Liga Búlgara 2015/2016 terá, no final de semana, sua terceira rodada. O OFK Pirin, que possui um empate e uma derrota, jogará fora de casa diante do Beroe.

FICHA TÉCNICA

Nome: Edenilson Bergonsi
Nascimento: 13/09/1987 (27 anos), em Carlos Barbosa/RS
Nacionalidades: Brasileira e Italiana
Posição: Volante
Altura: 1,86 m
Peso: 75 kg

Clubes como profissional
2015-Hoje | OFK Pirin/Bulgária
2014-2015 | CSKA Sofia/Bulgária
2012-2014 | Cherno More/Bulgária
2011-2012 | Standard Liège/Bélgica
2010-2011 | Brussels/Bélgica
2010 | Varese/Itália
2009-2010 | Juventude/RS
2009 | Brasil de Pelotas/RS
2008 | Esportivo/RS
2007 | Mogi Mirim/SP

Kokka Sports Assessoria em Comunicação

sábado, 1 de agosto de 2015

Ypiranga viaja para o Paraná para sequência do Brasileiro

Treino de quinta-feira. Foto: Prime Comunicação.
O treino coletivo na tarde desta quinta-feira, 30, encaminhou a equipe do Ypiranga para enfrentar o Operário, no domingo, 2, em Ponta Grossa, no PR. Claro que em se tratando de um jogo difícil como promete ser, o treinador erechinense Leocir Dall’Astra não fala sobre titulares. Na sua cabeça, a equipe está encaminhada. Mas até momentos antes do jogo, somente ele saberá quem atuará.

O treinador destaca que o Operário, juntamente com o Red Bull (SP), são os dois principais favoritos no Grupo A7 do Brasileiro da Série D. Dall’Astra afirma ainda que é preciso respeitar e estudar muito bem o time paranaense para buscar um resultado positivo no domingo. “Não se pode esquecer que o Operário é o atual campeão Paranaense, e em cima de um adversário tradicional, não somente no estado, mas em nível nacional (Coritiba). Eu trabalhei seis anos no Paraná Clube e sei o quanto difícil é vencer o Coritiba. O Operário conseguiu, manteve a comissão técnica e parte dos jogadores. Foi se reforçar em buscar de manter o mesmo nível agora no Brasileiro. Tenho certeza que domingo será um jogo muito difícil e nosso time tem que se preparar muito bem para tentar o resultado positivo”, aponta o técnico.

A delegação do Ypiranga embarca para Ponta Grossa na tarde desta sexta-feira. Nesta quinta, o time teve dois treinos. Uma última movimentação está prevista para a manhã desta sexta. Já em Ponta Grossa, o Canarinho terá um último treino antes do jogo, na manhã de sábado. A partida, no domingo, está marcada para às 15h.
 
“Pés no chão”, aponta volante Canarinho
O Ypiranga é o líder do Grupo A7, tendo somado seis pontos, duas vitórias nos dois primeiros jogos, um deles fora de casa. Motivo para comemorar, mas não se empolgar, alerta o volante Tiago Costa. 

“Sabemos que conquistamos um resultado muito importante diante do Resende, vencendo fora, mas temos que ter os pés no chão. Temos que saber que somente com muito trabalho enfrentaremos as dificuldades desta competição. Nosso time está concentrado na busca de mais um resultado positivo no próximo domingo”, aponta Costa.

A boa campanha na reta inicial da competição, não veio a toa, destaca o volante. “Nosso time está se concentrando muito, desde os treinos até os jogos. Todos tem encarado os trabalhos com seriedade e isso se reflete dentro de campo. Tenho certeza que mantendo o mesmo foco, este time ainda poderá crescer mais ao longo da competição”, completa Tiago Costa.

Prime Comunicação

Pelotas: empate na estreia da Copa Walmir Louruz

A Copa Valmir Louruz iniciou na noite desta sexta-feira (31) no estádio da Boca do Lobo. O Esporte Clube Pelotas iniciou perdendo, mas conseguiu empatar com a equipe do Internacional e por pouco não buscou a vitória.

O torcedor que compareceu ao estádio não se arrependeu, pois o jogo foi bastante disputado do inicio ao fim e as duas equipes mostraram bastante qualidade. No primeiro tempo quem se deu melhor foi a equipe visitante que saiu na frente com gol do centroavante, Bruno Baio, que recebeu a bola e colocou no canto esquerdo, tirando totalmente do goleiro Igor Rayan. Após isto, o Lobo foi para o ataque e Léo Mineiro colocou a bola duas vezes no fundo das redes, mas o bandeirinha assinalou impedimento do atacante nas duas jogadas.

Já na segunda etapa quem foi melhor foi o Lobão que continuou em cima após a entrada de Adilson Bahia. Léo Mineiro seguiu tentando marcar seu gol até que o número nove pegou a bola no meio de campo e carregou ela até invadir a área, driblando a defesa colorada e colocou no canto do goleiro. E o jogo terminou assim, com o placar ficando igualado em 1 a 1.

Agora o Pelotas volta a campo contra a equipe do Palmeirense na quarta-feira (5), às 20h, mas desta vez pela Copa Luiz Fernando Costa que é um mata-mata. Presença obrigatória do torcedor áureo-cerúleo e os ingressos estarão sendo vendidos na Central de Sócios a partir de segunda-feira. 

Ficha técnica
Pelotas 1 x 1 Inter
Local: Boca do Lobo, em Pelotas/RS
Arbitragem: Lucas Guimarães Horn, auxiliado por Fabrício Baseggio e Michel Stanislau
Gols: Bruno Baio 24/1T; Léo Mineiro 17/2T.
Pelotas: Igor Rayan, João Paulo, Stevys, Eduardo Praes e Vinícius Silva; Arthur, Jô (Adilson Bahia), Mateus Cancian e Bruno Donizete (Vinicius Golas); Léo Mineiro e Gilian (Giovane). Técnico: Paulo Porto
Inter: Keiler; Vilela (Léo Camilo), Rak, Romário e Ébert; Silva, Lucas Marques (Benhur), Gustavo Ferrareis (Jair) e Marcinho (Alex Santana); Alex Nemetz (Ariel) e Bruno Baio. Técnico: Ricardo Cobalchini

EC Pelotas - divulgação

Copa Luiz Fernando Costa

Participantes

Clube Esportivo Aimoré (São Leopoldo)
Clube Esportivo Lajeadense (Lajeado)
Esporte Clube Cruzeiro (Porto Alegre)
Esporte Clube Igrejinha (Igrejinha)
Esporte Clube Juventude (Caxias do Sul)
Esporte Clube Novo Hamburgo (Novo Hamburgo)
Esporte Clube Palmeirense (Palmeira das Missões)
Esporte Clube Pelotas (Pelotas)
Esporte Clube São José (Porto Alegre)
Futebol Clube Marau (Marau)
Grêmio Atlético Farroupilha (Pelotas)
Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense (Porto Alegre)
Sociedade Esportiva e Recreativa Santo Ângelo (Santo Ângelo)
Sociedade Esportiva Recreativa Cultural Brasil (Farroupilha)
Sport Club Internacional (Porto Alegre)
Sport Clube Gaúcho (Passo Fundo)
Três Passos Atlético Clube (Três Passos)
União Frederiquense de Futebol (Frederico Westphalen)

Primeira Fase
Classificam-se os nove vencedores mais o melhor perdedor.
1a. rodada
5/8
São José x União
Juventude x Inter
Brasil-Fa x Novo Hamburgo
Igrejinha x Cruzeiro
Grêmio x Gaúcho (em Eldorado do Sul)
Marau x Lajeadense
Três Passos x Aimoré (em Crissiumal)
Pelotas x Palmeirense
Santo Ângelo x Farroupilha

2a. rodada
9/8
União x São José
12/8
Inter x Juventude (Alvorada)
Novo Hamburgo x Brasil-Fa
Cruzeiro x Igrejinha (em Eldorado do Sul)
Gaúcho x Grêmio (em Carazinho) (?)
Lajeadense x Marau
Aimoré x Três Passos
Palmeirense x Pèlotas
Farroupilha x Santo Ângelo


Segunda Fase
Classificam-se os cinco vencedores mais os melhores três eliminados, levando em conta a campanha nas duas fases. Jogos definidos por sorteio.


Terceira Fase
Classificam-se os quatro vencedores. Jogos definidos por sorteio.


Semifinais
Jogos definidos por sorteio.


Final

Copa Walmir Louruz 2015

Participantes
Região Norte
Esporte Clube Palmeirense (Palmeira das Missões)
Futebol Clube Marau (Marau)
Sport Clube Gaúcho (Passo Fundo)
União Frederiquense de Futebol (Frederico Westphalen)

Região Metropolitana
Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense (Porto Alegre)
Esporte Clube Cruzeiro (Porto Alegre)
Sociedade Esportiva Recreativa e Cultural Brasil (Farroupilha)
Esporte Clube Juventude (Caxias do Sul)
Esporte Clube Novo Hamburgo (Novo Hamburgo)

Região Sul
Sport Club Internacional (Porto Alegre)
Esporte Clube São José (Porto Alegre)
Grêmio Atlético Farroupilha (Pelotas)
Clube Esportivo Lajeadense (Lajeado)
Esporte Clube Pelotas (Pelotas)

Classificam-se os três primeiros do Grupo Norte e os quatro primeiros dos Grupos Metropolitano e Sul, além do melhor quinto colocado entre os Grupos Metropolitano e Sul, integrando o Grupo da Região Norte.

1a. rodada
31/7
Inter 1 x 1 Pelotas (em Pelotas)
2/8
Cruzeiro 1x0 Grêmio
Farroupilha 0x1 São José (em Porto Alegre)
23/8
Marau x União
Brasil-Fa x Juventude
s/d
Palmeirense x Gaúcho

2a. rodada
8/8
Lajeadense x Inter (em Venâncio Aires)
9/8
Novo Hamburgo x Brasil-Fa
Juventude x Cruzeiro
Pelotas x Farroupilha

3a. rodada
15/8
Grêmio x Juventude
São José x Pelotas
16/8
União x Palmeirense
Cruzeiro x Novo Hamburgo (em Eldorado do Sul)
27/9
Gaúcho x Marau

4a. rodada
22/8
Brasil-Fa x Cruzeiro
Inter x Farroupilha (em Alvorada)
Lajeadense x São José
23/8
Novo Hamburgo x Grêmio

5a. rodada
29/8
Grêmio x  Brasil-Fa (em Eldorado do Sul)
São José x Inter
30/8
Marau x Palmeirense
Pelotas x Lajeadense
Juventude x Novo Hamburgo
13/9
Gaúcho x União

6a. rodada
5/9
Grêmio x Cruzeiro (em Eldorado do Sul)
Pelotas x Inter (em Alvorada)
6/9
Palmeirense x Marau
União x Gaúcho
Juventude x Brasil-Fa
São José x Farroupilha (em Pelotas)

7a. rodada
12/9
Inter x Lajeadense (em Alvorada)
13/9
Brasil-Fa x Novo Hamburgo
Cruzeiro x Juventude (em Eldorado do Sul)
Farroupilha x Pelotas

8a. rodada
20/9
Palmeirense x União
Marau x Gaúcho
Juventude x Grêmio
Novo Hamburgo x Cruzeiro
Pelotas x São José
Lajeadense x Farroupilha

9a. rodada
26/9
Grêmio x Novo Hamburgo (em Eldorado do Sul)
27/9
Cruzeiro x Brasil-Fa (em Eldorado do Sul)
Farroupilha x Inter
São José x Lajeadense

10a. rodada
4/10
União x Marau
Gaúcho x Palmeirense
Novo Hamburgo x Juventude
Brasil-Fa x Gremio
Lajeadense x Pelotas
Inter x São José (em Alvorada)


Segunda Fase (Semifinais das Regiões)
Região Norte
Grupo A: 1º norte x melhor 5º
Grupo B: 2º norte x 3º norte

Região Metropolitana
Grupo A: 1º metropolitano x 4º metropolitano
Grupo B: 2º metropolitano x 3º metropolitano

Região Sul
Grupo A: 1º sul x 4º sul
Grupo B: 2º sul x 3º sul


Terceira Fase (Finais das Regiões)
Região Norte
Grupo C: Vencedor Grupo A x Vencedor Grupo B

Região Metropolitana
Grupo C: Vencedor Grupo A x Vencedor Grupo B

Região Sul
Grupo C: Vencedor Grupo A x Vencedor Grupo B

Os três campeões de cada região classificam-se para a Super Copa Gaúcha.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Copa FGF Sub-19 2015

Participantes























Primeira fase
Grupo A
Aimoré
ACB Estância Velha
Nacional
Tamoio
Novo Horizonte-EST

Grupo B
Garibaldi
Gramadense
Igrejinha
Torino
Veranópolis
Passo Fundo

Grupo C
Inter-SM
Riograndense
Panambi
Santo Ângelo
São Luiz
Atlântico

Passam os quatro primeiros de cada grupo para a Segunda Fase.

1a. rodada
25/7
Santo Ângelo 3x0 São Luiz
29/7
Estância Velha 0x2 Aimoré
12/8
Tamoio x Novo Horizonte
Veranópolis x Passo Fundo
Panambi x Riograndense
Inter-SM x Atlântico
s/d
Igrejinha x Torino

2a. rodada
1/8
Aimoré 4x0 Nacional
Novo Horizonte 2x0 Estância Velha
Passo Fundo 5x0 Gramadense
Torino 0x1 Veranópolis
Atlântico 3x1 Panambi
São Luiz 0x0 Inter-SM
2/8
Riograndense 3x1 Santo Ângelo
Garibaldi 0x1 Igrejinha

3a. rodada
29/7
Santo Ângelo 3x0 Panambi
5/8
Nacional x Novo Horizonte
Estância Velha x Tamoio
Veranópolis  x Garibaldi
Passo Fundo x Torino
Inter-SM x Riograndense
Atlântico x São Luiz
19/8
Igrejinha x Gramadense

4a. rodada
8/8
Aimoré x Tamoio
Nacional x Estância Velha
GAribaldi x Passo Fundo
Gramadense x Torino
Igrejinha x Veranópolis
Panambi x São Luiz
Santo Ângelo x Inter-SM
9/8
Riograndense x Atlântico

5a. rodada
15/8
Novo Horizonte x Aimoré
Passo Fundo x Igrejinha
Torino x Garibaldi
Veranópolis x Gramadense
Atlântico x Santo Ângelo
São Luiz x Riograndense
16/8
Tamoio x Nacional
Inter-SM x Panambi

6a. rodada
22/8
Aimoré x Estância Velha
Novo Horizonte x Tamoio
Torino x Igrejinha
Passo Fundo x Veranópolis
São Luiz x Santo Ângelo
Atlântico x Inter-SM
23/8
Garibaldi x Gramadense
Riograndense x Panambi

7a. rodada
29/8
Nacional x Aimoré
Estância Velha x Novo Horizonte
Gramadense x Passo Fundo
Igrejinha x Garibaldi
Veranópolis x Torino
Panambi x Atlântico
Santo Ângelo x Riograndense
30/8
Inter-SM x São Luiz

8a. rodada
2/9
Novo Horizonte x Nacional
Tamioi x Estância Velha
Gramadense x Igrejinha
Garibaldi x Veranópolis
Torino x Passo Fundo
Panambi x Santo Ângelo
Riograndense x Inter-SM
São Luiz x Atlântico

9a. rodada
5/9
Estância Velha x Nacional
Passo Fundo x Garibaldi
Torino x Gramadense
Veranópolis x Igrejinha
Atlântico x Riograndense
São Luiz x Panambi
6/9
Tamoio x Aimoré
Inter-SM x Santo Ângelo

10a. rodada
12/9
Aimoré x Novo Horizonte
Nacional x Tamoio
Igrejinha x Passo Fundo
Garibaldi x Torino
Gramadense x Veranópolis
Santo Ângelo x Atlântico
Riograndense x São Luiz
Panambi x Inter-SM

Segunda Fase
Grupo D:
1º melhor 1º
3º melhor 2º
1º melhor 3º
3º melhor 4º

Grupo E
2º melhor 1º
2º melhor 2º
2 melhor 3º
2º melhor 4º

Grupo F
3º melhor 1º
1º melhor 2º
3º melhor 3º
1º melhor 4º

Passam os dois primeiros de cada grupo mais os dois melhores terceiros colocados.

Quartas-de-final
1º melhor campanha x 8º melhor campanha
2º melhor campanha x 7º melhor campanha
3º melhor campanha x 6º melhor campanha
4º melhor campanha x 5º melhor campanha

Semifinais

Finais

Placar RS

Copa FGF sub-19
1a. rodada - complemento
Quarta
Estância Velha 0x2 Aimoré

Jogo adiantado - 3a. rodada
Santo Ângelo 3x0 Panambi

terça-feira, 28 de julho de 2015

Gaúcho faz sucesso no futebol da Bósnia

Adriano Strack, gaúcho de destaque no futebol do leste europeu. Foto: divulgação.
O sonho de quase todos jogadores brasileiros é jogar na Europa. Muitos já vão para clubes e centros conhecidos. Outros galgam seu espaço em países não tão tradicionais no futebol, mas que abrem portas para as grandes potências europeias.

Assim foi o caminho do gaúcho Adriano Starck, que teve passagem por Juventude, Chapecoense e São José de Porto Alegre. Em 2014, surgiu a oportunidade de ir para a Bósnia-Herzegovina, que jogou a última copa do mundo, atuar pelo NK Travnik. Lá teve grandes atuações e salvou o clube de cair para a segunda divisão. No último jogo, vitória diante do FK Borac por 3 a 2 com um gol e uma assistência de Adriano.

Em janeiro de 2015 transferiu-se para a Croácia, para o NK Dugopolje, mas por causa da não liberação da carta de trabalho, jogou apenas dois jogos. De férias no Brasil, Adriano pode se transferir para um grande centro do futebol europeu.

Confira a entrevista com o jogador Adriano feita pela Central do Futebol Gaúcho por e-mail:

Central do Futebol Gaúcho: Faça uma apresentação sua (onde começou, características técnicas, etc).
Adriano Starck: Comecei no futsal da minha cidade natal, Carazinho, logo as 10 anos. Em 2002, tive a oportunidade de fazer teste no E.C.Juventude  que na época estava na Série A. Passando no teste, tive que ir morar longe da família logo cedo. Em 2008, joguei no Ipiranga de Sarandi, 2009 no São José de Porto Alegre, onde joguei a Taça São Paulo de Futebol Júnior. Em 2010, assinei meu primeiro contrato profissional no Juventude, 2011 fui para Chapecoense. Em 2013 uma passagem rápida pelo Três Passos, e então tive a oportunidade de ir para Bósnia. Já em 2015 recebi proposta do futebol croata.

CFG: Como foi esta saída do futebol brasileiro para a Bósnia? 
Adriano Strack: Foi bem complicada, nunca tinha ficado tão longe da família, e o pior de tudo era a língua, cultura, eu simplesmente não sabia me comunicar somente com gestos!

CFG: Como é o futebol na Bósnia?  
Adriano Strack: É um futebol fanático por uma parte da população, mas com poucos recursos financeiros, a Copa do Mundo foi um sonho realizado pra eles.

CFG: A sua adaptação ao futebol do leste europeu foi tranquila?
Adriano Strack: A minha adaptação não foi das melhores, fiquei muitos jogos de fora, somente treinando. O presidente do clube chegou a dizer que eu poderia ir embora, por que estava acabando o campeonato e eu não tinha jogando nenhum jogo. Simplesmente fiz que não entendi e continue treinando.

CFG: Conte-nos como foi virar ídolo do NK Travnik?
Adriano Strack: A situação que aconteceu comigo foi realmente de filme, no ultimo jogo contra FK Borac estávamos perdendo de 2 a 0, entrei no intervalo e consegui ajudar com um gol, uma assistência e ainda sofri a falta que originou o gol da virada para 3 a 2. Chegamos de volta à cidade e simplesmente fomos recebido com uma grande festa no centro da cidade, esse clube sempre luta para não cair, é um clube pequeno da primeira divisão. Descendo do ônibus e ouvia a torcida gritar meu nome, pedir autógrafos somente para mim, foi gratificante! Estive no NK Travnik por duas temporada, depois desse jogo contra o Borac, eu erra simplesmente ovacionado pela torcida em todos os jogos quando entrava e sai de campo.

CFG: Como é a estrutura do clube? 
Adriano Strack: É um clube pequeno, com estádio modesto com capacidade de 5 mil, mas com uma torcida fanática, sempre luta para estar na primeira divisão.

CFG: Que prejuízo trouxe este período com apenas dois jogos disputados em 2015? 
Adriano Strack: Quando envolve documentação para estrangeiros aqui, tudo complica, estou na Croácia a 5 meses, joguei somente 2 jogos e ainda estava irregular, esse clube que estou nunca teve brasileiro, então isso complicou mais ainda, simplesmente perdi uma temporada, onde isso pra mim afetou e muito, eu vinha de uma fase boa fazendo gols na bósnia, mas me mantive em atividade treinando muito, e agora é me preparar pra próxima temporada começa em agosto.

CFG: Tens o objetivo de voltar ao futebol brasileiro?
Adriano Strack: Tenho sim o objetivo de volta a jogar no Brasil, mas sinceramente não agora, mais no fim da minha carreira. Gosto da Europa, agora estou adaptado, pretendo ficar mais tempo por aqui.
Confira os lances de Adriano na partida FK Borac 2 x 3 NK Travnik:

Neste vídeo tem-se uma compilação dos melhores momentos de Adriano no clube bósnio.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Ypiranga vence e assume a liderança isolada no Brasileiro

Apenas 66 torcedores pagaram ingresso para assistir a vitória do Ypiranga em Resende. Foto: Anna Luiza Bittencourt
O Ypiranga é líder do Campeonato Brasileiro da Séria D. O Canarinho venceu neste domingo o Resende, jogando na cidade carioca e chegou aos 6 pontos na liderança isolada do Grupo A7, na primeira fase. O Canarinho tinha um jogo a menos, por ter folgado na última rodada, mas conseguiu buscar uma importante vantagem, no primeiro dos dois jogos que fará em sequencia longe do Colosso da Lagoa.

No próximo domingo, o time erechinense voltará a jogar fora, desta vez diante do Operário, em Ponta Grossa, no Paraná. João Paulo marcou o único gol do jogo, e comemorou bastante. “Fizemos um grande jogo, bastante consistente. Eles tiveram oportunidades, mas nós soubemos aproveitar bem as chances que criamos”, salientou ao final do jogo.

O goleiro Carlão fez importantes defesas, especialmente na etapa final, ajudando a segurar o placar vitorioso. “Esta certamente será uma vitória que irá nos ajudar muito na sequencia da competição. Foi um jogo muito complicado, o time deles te qualidade e nos impôs dificuldades. Agora é começar a pensar na próxima partida, novamente fora de casa”, completou se referindo ao fato de o Ypiranga enfrentar o Operário no próximo final de semana.
 
O jogo
Atuando em casa o Resende buscava tomar a iniciativa do jogo. Mas enfrentava a bem posicionada defesa do Ypiranga como principal dificuldade para abrir o placar. O Canarinho, por sua vez, aos poucos foi conseguindo equilibrar o jogo e chegar ao ataque, criando algumas oportunidades.
Uma das primeiras chances no jogo foi do Resende, aos 8min30, quando Carlão desviou levantamento para a área. Aos 13min15, Claudinho recebe levantamento e conclui, quase abrindo o placar em favor dos gaúchos.

Fim de primeiro tempo, e nada de gol. Mas a etapa final reservaria emoções ainda maiores. O Resende, precisando vencer, pois estava na lanterna do grupo, foi com tudo para o ataque. A 4min40, no entanto, foi João Paulo que fez ótima conclusão e exigiu importante defesa do goleiro Arthur. A 13min40, Marlon teve boa chance para os cariocas, mas a zaga desviou. E aos 18min44, no contra-ataque, Diego Miranda cruzou e João Paulo apareceu para concluir: 1 a 0 Ypiranga.

O time carioca então, não teve duvidas: era buscar o empate de qualquer maneira. E foi para o ataque. Porém o Canarinho conseguia impedir a conclusão com melhor qualidade por parte do Resende. E foi assim até os 49min finais, onde o Canarinho conseguiu sua primeira vitória, fora de casa.
 
YPIRANGA: Carlão, Saldanha (Gustavo), Claudinho, Betão e Jonathan, Tiago Costa, Robson, Diego Miranda, Preto (William Ribeiro) e Jean Paulo (Jucemar), João Paulo. T – Leocir Dall’Astra.
RESENDE RJ: Arthur, Cassio, Kim, Lucas, Bruno Costa, Fábio Azevedo (Lucão), Iuri, Marcel e Robinho (Tales), Vandinho e Vitorino (Marlon). T – Alfredo Spazio.
ARBITRAEM: Renato Cardoso com Thiago Rosa de Oliveira e Daniel de Oliveira Alves Pereira. Local: Estádio do Trabalhador, Resende, RJ.

Prime Comunicação

Brasil empata e termina o primeiro turno na liderança na Série C

FOTO: Jonathan Silva / GEB
Se fazer cera e matar tempo em um jogo de futebol fosse crime, o Tupi estaria condenado a prisão perpétua. No último jogo do primeiro turno da Série C, o Brasil empatou em 0 a 0 com o time mineiro e terminou a primeira metade da fase inicial na liderança do Grupo da competição. Agora, o Xavante, com 17 pontos, viaja até Caxias do Sul, onde no próximo sábado (1), às 19h, enfrenta o Juventude, no estádio Alfredo Jaconi.
 
O Brasil foi intenso e dominador durante os noventas minutos. Se o time rubro-negro estava brilhando na construção das jogadas, o goleiro Glaysson, do Tupi, salvava os mineiros sob as traves do Bento Freitas. Em diversas jogadas, foi ele quem evitou que a artilharia Xavante balançasse as redes no jogo deste domingo. Leandrão chegou a acertar o travessão do Tupi, na etapa final.
 
A Maior e Mais Fiel deixou o Bento Freitas com a sensação de felicidade. Embora não tenha vindo a vitória, mais um ponto somado na Série C deixa o Brasil na condição de líder do Grupo B, com 17 pontos. No próximo sábado, em Caxias, enfrenta o Juventude, que também tem 17 pontos, em um jogo que vale muito para o Xavante na competição.
 
O JOGO
 
Com três minutos de bola rolando, o Brasil trocou passes e Márcio Hahn cruzou para a área, Leandrão correu atrás da bola e fez novo cruzamento, a zaga do Tupi afastou como deu. No minuto seguinte, Xaro cobrou falta para a área, Leandro Camilo escorou e Leandrão concluiu, Glaysson salvou o gol Xavante. A jogada foi anulada pelo árbitro, mas o goleiro do Tupi já mostrava que seria um dos destaques da partida. Leandrão, aos 10, tocou para Cleiton. O meia fez boa jogada e cruzou, a zaga conseguiu mandar para escanteio.
 
O Tupi chegou com perigo aos 20 minutos do primeiro tempo, quando Osmar cruzou para Daniel Morais cabecear para fora. Foi a única chance do time mineiro na partida. Aos 25, a zaga do Tupi cortou - duas vezes - cruzamentos que levavam perigo ao gol de Glaysson. Em um deles,  a bola foi para escanteio. Na cobrança, Xaro colocou na cabeça de Leandro Camilo. O zagueiro subiu alto e o goleiro mineiro fez um verdadeiro milagre.
 
Glaysson faria, aos 27, novo milagre. Depois da zaga cortar cruzamento de Xaro, a bola sobrou para Alex Amado. O baixinho dominou a bola fora da área e bate firme. Ela tinha a direção do ângulo direito do camisa 1 do Tupi, que se esticou todo e mandou para escanteio. Aos 42, Alex Amado roubou a bola na defesa, partiu em contra-ataque, deixou cinco marcadores pra trás e rolou para Cleiton. O meia chutou rasteiro e viu a bola passar perto da trave direita de Glaysson.
 
Na segunda etapa, Xaro, logo no primeiro minuto, tocou para Alex Amado. O baixinho invadiu a área e chutou firme e advinhem? Glaysson salvou mais uma vez. Aos 10, Leandrão lançou Amado, ele  chutou no goleiro Glaysson - que havia deixado o gol desesperadamente - e a bola sobrou para Márcio Hahn. O camisa 10 empurrou para as redes, mas o trio de arbitragem marcou impedimento de Amado na origem do lance.
 
Aos 16, o lance que gerou mais polêmica na torcida Xavante. Xaro cobrou lateral para a área e Leandrão foi visivelmente agarrado dentro da área. Penalidade não marcada pela arbitragem. Aos 19, Xaro pega rebote, fora da área, e chuta rasteiro. Glaysson salva. Na sobra, Leandrão cruza e a zaga do Tupi tira sobre a linha. Leandrão, aos 28, tentou chute rasteiro e o goleiro mineiro salvou mais uma vez.
 
Já aos 33, Felipe Garcia escorou a bola para Xaro chutar da entrada da área e Glaysson mandar para escanteio. Na cobrança, Márcio Jonatan cabeceia pelo lado esquerdo do gol. Dois minutos depois, Felipe Garcia tocou para Leandrão. O centroavante ajeitou a bola e mandou um foguete no travessão de Glaysson. No rebote, Cleiton, dentro da área, tentou marcar o gol, mas diversos jogadores mineiros se jogaram na bola, evitando que ela chegasse as redes.
 
Márcio Jonatan, aos 40, aproveitou cobrança de escanteio de Wender e cabeceou para fora. No minuto seguinte, o atacante chegou antes de Glaysson na jogada e com um leve toque de cabeça tentou encobrir o goleiro mineiro, que se recuperou e ficou com a bola. No último lance de perigo do jogo, Xaro cobrou falta e Leandro Camilo, na segunda trave, desviou por cima.
 
Jonathan Silva
Assessoria de Imprensa GE Brasil

De volta aos trabalhos!

Uma saudação especial a todos que acompanhavam o blog e que de alguma forma sentiram falta de novas publicações neste período de quase dois meses de inatividade. Devido a situações profissionais, no qual me fez trocar de residência de Porto Alegre para Araranguá, no sul catarinense, tive que deixar um pouco de lado as atualizações, no que me desculpo antecipadamente.

Mas como as coisas estão mais estabilizadas, creio que não teremos mais interrupções. E durante este interregno, fatos notáveis ocorreram, como:

- o título do Glória de Vacaria na Divisão de Acesso e seu consequente retorno à elite do Gauchão, com uma campanha impecável;

- o título do Marau na Segundona Gaúcha contra o Guarany de Bagé. Apenas o time do planalto subiu para a Divisão de Acesso;

- nos juniores a taça ficou com o Inter, na final diante do Juventude;

- as campanhas consistentes de Brasil e Juventude na Série C do Brasileiro e o pífio desempenho do Caxias na mesma série, rumando a passos largos para o rebaixamento;

- o início da Série D do Brasileiro, com as presenças de Ypiranga e Lajeadense.

Sem mais, renovo o convite para mais um reinício, prometendo para breve as atualizações nas tabelas das competições.

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Placar RS

Brasileirão - Série C
Sábado
Juventude 1 x 1 Guarani-SP

Domingo
Caxias 1 x 2 Brasil


Divisão de Acesso, 8a. rodada, 2a. fase
Domingo
Riograndense 0 x 4 Inter-SM
São Luiz 1 x 2 Santo Ângelo
Guarani-VA 2 x 2 Pelotas

Segunda
Brasil-Fa x Glória

Grupo C
1) São Luiz 13
2) Glória 11
3) Brasil-Fa 11
4) Santo Ângelo 6
5) Panambi 3

Grupo D
1) Guarani-VA 17
2) São Gabriel 15
3) Pelotas 9
4) Inter-SM 5
5) Riograndense 2


Segunda Divisão, 1a. fase, 8a. rodada (última)
Domingo
Pelmeirense 3 x 1 Marau
Sapucaiense 1 x 0 Garibaldi
Guarany 2 x 2 Farroupilha
Barra 0 x 2 Bagé

Grupo A
1) Gaúcho 19
2) Palmeirense 18
3) Marau 14
4) Sapucaiense 7
***********************
5) Garibaldi 0 (eliminado)

Grupo B
1) Bagé 19
2) Guarany 15
3) Farroupilha 8
4) Barra 6
***********************
5) 14 de Julho 5 (eliminado)


Estadual de Juniores, quartas-de-final, ida
Sábado
Cruzeiro 3 x 0 Inter
Novo Hamburgo 1 x 1 Aimoré
Lajeadense 2 x 3 Juventude
Veranópolis 0 x 1 Grêmio

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Placar RS

Estância Velha de Canoas empatou com o Grêmio em 1 a 1 pelo Estadual de Juvenis B, em Eldorado do Sul. O time caneosne vencia até os 38/2T. Foto: Paulo Campos.
Divisão de Acesso, 7a. rodada. 2a. fase

Destaque para as classificações de Guarani e São Gabriel e eliminação do Pelotas na chave D; na C, São Luiz, Glória e Brasil-Fa brigam por duas vagas.

Quinta
Riograndense 0x1 Guarani-VA
Gol: Paulinho

São Gabriel 3x1 Pelotas
Gols: Márcio Reis (2), George (SG); Itaqui (P)

São Luiz 0x1 Brasil-Fa
Gol: Maurinho

Panambi 1x4 Glória
Gols: Alejandro (P); Luis Felipe, Jajá, Ronaldinho Gramadense, Luiz Carlos (G)

Classificação
Grupo C
1) São Luiz 13
2) Glória 11 3V  5S
3) Brasil-FA 11 3V 1S
4) Panambi 3 1V
5) Santo Ângelo 3 0V

Grupo D
1) Guarani-VA 16
2) São Gabriel 15
3) Pelotas 8
4) Riograndense 2 0V -5S
5) Inter-SM 2 0V -9S


Segunda Divisão, 1a. fase, jogos atrasados
Jogos definiram a primeira vitória na história do Barra e a sua classificação, e a eliminação do 14 de Julho. Garibaldi já estava fora. E o Gaúcho garante a primeira posição do grupo A.

Quinta
Atrasado da 2a. rodada
Gaúcho 3x2 Sapucaiense
Gols: Arturzinho, Vinicius, Marcos (G); Anderson, Gustavo (S)

Atrasado da 9a. rodada
Farroupilha 0x1 Barra
Gol: Rodrigo Prado

Grupo A
1) Gaúcho 19
2) Palmeirense 15
3) Marau 14
4) Sapucaiense 4
5) Garibaldi 0

Grupo B
1) Bagé 16
2) Guarany 14
3) Farroupilha 7
4) Barra 6
5) 14 de Julho 5

Estadual de Juvenis A, jogos atrasados da 10a. rodada
Quarta
Novo Hamburgo 2x2 Encantado
Juventude 2x0 Caxias

Quinta
Mundo Novo 3x1 GAO

11a. rodada
Esportivo 0x4 Inter


Estadual de Juvenis B, jogos atrasados
Quarta
Estância Velha 1x1 Grêmio
Novo Horizonte-EST x Sapucaiense
Novo Horizonte-SM x Três Passos
APAFUT x Garibaldi
Gaúcho x Santa Rosa

Quinta
Flamengo x Ferro Carril


Estadual de Infantis, 1a. fase, 4a. rodada
Quinta
Tamoio 1x0 Uruguaiana
Aimoré x Lajeadense
Cruzeiro x Progresso
São José 3x1 Novo Horizonte
Grêmio x Estância Velha (adiado)
Inter x Parobé
Ivoti x Santa Rosa
Cruzeiro-SAN x APAFUT
Santo Ângelo x Ypiranga
Três Passos x Novo Hamburgo
Juventude x Passo Fundo

terça-feira, 2 de junho de 2015

Estadual de Infantis: progresso e Inter na ponta

No último final de semana ocorreu a 4a. rodada do Estadual de Infantis. No sábado, o Novo Horizonte de Esteio perdeu no estádio do Alambique, em São Leopoldo,para o Cruzeiro de Santiago por 4 a 2. No Centro Olímpico de Canoas, a ACB Estância Velha foi goleado pelo São José por 4 a 1. No Vermelhão da Serra, o Inter aplicou 4 a 0 no Passo Fundo. Em Santa Rosa, o novato SER Santa Rosa empatou com a SER Santo Ângelo sem gols. Em Parobé, no Odorico Mosmonn, Parobé e Ivoti ficaram no 2 a 2.

No domingo, a APAFUT perdeu para o Aimoré por 1 a 0 no Campo do Bangu, em Caxias dos Sul. E no CT do Fragata, o Fragata venceu o Três Passos por 3 a 0. No Grupo A, o líder é o Progresso com 6 pontos. No B, a ponta é do Inter, com 9.

Juvenis B: Inter goleia Guarany em Camaquã

Em Camaquã, o Inter do técnico Sandro Farias fez 4 a 0 no Guarany. Foto: divulgação.
Em jogo válido pela 6ª rodada do Estadual Juvenil B, ocorrido na tarde deste sábado, 30/5, o Guarany recebeu o Internacional no Estádio Coronel Sílvio Luiz em Camaquã e acabou goleado pelo placar de 4x0.

Os gols do Internacional foram marcados por João Pedro, Kendy, Jonathan e Bernardo. Os colorados, comandados pelo técnico Sandro Resende, seguem invictos na competição e liderando o Grupo B. São 5 jogos e 5 vitórias, com 21 gols pró e 3 gols contra. Na próxima rodada o Internacional enfrenta o Novo Horizonte de Esteio no CT Morada dos Quero-Queros em Alvorada.

O Inter foi a campo com: João, Evander (Vinícius), Adílson (Manu), Rodolfo, Ariel, João Pedro, Jorge, Richard (Bruno), Juliano (Bernardo), Kendy, Jonathan.

"O Guarany nos impôs dificuldades, principalmente, no 1º tempo. Mesmo assim fomos para o intervalo vencendo por 1x0. Já na segunda etapa, alteramos um pouco o posicionamento da equipe e conseguimos construir o placar mais elástico jogando com mais atitude e intensidade. O campo, bastante embarrado, prejudicou um pouco e tornou o jogo mais disputado e aguerrido. Mas isso é bem característico dos jogos de Gauchão, no qual estamos inseridos. Serve como aprendizado e experiência para os próximos jogos que entrarão inverno adentro. Fiquei satisfeito com o futebol apresentado, mas sempre precisamos evoluir e desenvolver mais nossos atletas" - disse o técnico do Internacional Sandro Resende.

Os resultados da 6a. rodada - 1a. fase:

Sábado, 30
Santa Rosa 0 x 0 Três Passos
Guarany de Camaquã 0 x 4 Inter
Rosário 1 x 0 Guarany de Bagé

Domingo, 31
Ibirubá 1 x 2 Gaúcho
Ferro Carril 0 x 2 Armour
APAFUT 3 x 1 ACB Estância Velha

Classificação
Grupo A
1) Três Passos 7
2) Santa Rosa 4
3) Novo Horizonte (SM) 3
4) Gaúcho 3
5) Ibirubá 0

Grupo B
1) Inter 15
2) Nova Prata 9
3) Guarany (CAM) 4
4) Sapucaiense 4
5) Novo Horizonte (EST) 0

Grupo C
1) Guarany de Bagé 10
2) Rosário 7
3) Ferro Carril 6
4) Flamengo do Alegrete 4
5) Armour 4

Grupo D
1) Grêmio 9
2) APAFUT 6
3) ACB Estância Velha 3
4) Gramadense 3
5) Garibaldi 0

Estadual de Juvenis A: Inter faz 8 a 0 e é líder

A 10a. rodada do Estadual de Juvenis categoria A teve como principal resultado a goleada do Inter sobre o Aimoré por 8 a 0, em partida realizada no estádio da Morada dos Quero-Queros, no sábado. No Campo do Bangu, o Caxias empatou em 2 a 2 com o GAO, de Osório. No seu CT, o Fragata fez 3 a 0 no São José, em Pelotas. No Armindo Volkart em Três Coroas, o Mundo Novo venceu o Ivoti por 3 a 1. Em Frederico Westphalen, no Vermelhão da Colina, o União empatou com o Juventude por 1 a 1. E no estádio das Cabriúvas, Encantado e Esportivo igualaram em 2 a 2.

Classificação
1) Inter 26
2) Grêmio 25
3) Fragata 19
4) São José 18
5) GAO 14
6) Ivoti 14
7) Caxias 13
8) Mundo Novo 12
9) Novo Hamburgo 11
10) Encantado 11
11) Aimoré 7
12) Juventude 7
13) União 7
14) Cruzeiro 6
15) Esportivo 6
16) Progresso 5

Estadual de Juniores: fim da 1a. fase define quartas-de-final

Ainda no meio da semana passada foi realizada a última rodada da 1a. fase do Estadual de Juniores, que definiu os últimos três clubes classificados: Novo Hamburgo, Cruzeiro e Lajeadense. Confira os resultados e a classificação.

15a. rodada - 27/5
Juventude 1 x 3 Aimoré
São Paulo 1 x 1 Lajeadense
Cruzeiro 2 x 0 Ypiranga
Novo Hamburgo 5 x 0 Sapucaiense
Veranópolis 2 x 1 União Frederiquense
Inter 3 x 0 Igrejinha

Classificação
1) Juventude 31 10V
2) Inter 31 9V
3) Aimoré 30
4) Grêmio 29
5) Veranópolis 28
6) Novo Hamburgo 25 8V
7) Cruzeiro 25 7V
8) Lajeadense 20 6V
**************************
9) Igrejinha 20 5V
10) São PAulo 15
11) União 14
12) GAO 10
13) Ypiranga 9
14) Gramadense 6
15) Sapucaiense 0
16) São José (desistiu)

Quartas-de-final (ida e volta, 6 e 13/6)
Lajeadense x Juventude
Cruzeiro x Inter
Novo Hamburgo x Aimoré
Veranópolis x Grêmio

Divisão de Acesso: São Luiz e Guarani-VA líderes; dupla Rio-Nal eliminada

São Luiz venceu Panambi em jogo de sete gols na noite desta segunda-feira. Foto: Rádio Progresso de Ijuí - Twitter.
A sexta rodada da 2a. fase da Divisão de Acesso começou a definir quem segue na luta pela classificação e quem apenas cumprirá tabela.

No grupo C, domingo (31), o Glória venceu a SER Santo Ângelo por 1 a 0, gol de Jajá e segue na luta. Os missioneiros estão fora. Nesta segunda (1), o São Luiz foi à Terra das Máquinas e bateu o Panambi por 4 a 3. Preto, Mano Garcia (duas vezes) e Rober Bastos anotaram para o alvirrubro da Colmeia do Trabalho, sendo que Skilo, Javier e Andreas marcaram para o Panambi, que com a derrota, está eliminado.

No grupo D, os dois jogos foram no domingo. O Guarani de Venâncio Aires recebeu o São Gabriel no Edmundo Feix e perdeu por 1 a 0, gol de Pablo. Na Boca do Lobo, o Pelotas precisou de oito minutos no segundo tempo para aplicar 3 a 0 no Inter-SM. Entre os 15 e os 23 minutos, Léo Mineiro, Jô e Carlos Gato balançaram as malhas santa-marienses.

Classificação
Grupo C
1) São Luiz 13
2) Glória 8 2V 2S
3) Brasil-Fa 8 2V 0S
4) Panambi 3 1V
5) Santo Ângelo 3 0V

Grupo D
1) Guarani-VA 13
2) São Gabriel 12
3) Pelotas 8
4) Riograndense 2 0V -4S
5) Inter-SM 2 0V -9S